Posts tagged ‘Sagrado Coração de Jesus’

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

8 de janeiro de 2021 at 11:23 Deixe um comentário

30 de outubro de 2020 at 9:57 Deixe um comentário

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

4 de setembro de 2020 at 9:05 Deixe um comentário

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

14 de agosto de 2020 at 11:06 Deixe um comentário

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

7 de agosto de 2020 at 9:57 Deixe um comentário

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

31 de julho de 2020 at 10:33 Deixe um comentário

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!

17 de julho de 2020 at 9:59 Deixe um comentário

«Sou manso e humilde de coração»

Podemos considerar a mansidão de Cristo em quatro circunstâncias: na sua vida ordinária, nas suas reprimendas, na graça do seu acolhimento e finalmente na sua Paixão. Primeiro, podemos ver a doçura de Cristo na vida ordinária, porque todas as suas atitudes eram pacificadoras: Ele não procurava provocar discussões, mas evitava tudo quanto pudesse produzir altercações; e dizia: «Aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração». Imitemo-lo, pois. […] A mansidão de Cristo também aparece nas suas reprimendas. Teve de sofrer, por parte dos seus perseguidores, muitos opróbrios, mas nunca respondeu com cólera nem em tom de querela. No seu comentário ao texto «Por causa da verdade e da mansidão» (Sl 44,5), Santo Agostinho afirma que a verdade se dava a conhecer quando Cristo pregava, e que era admirável a doçura e paciência com que respondia aos seus inimigos […]. A sua mansidão é igualmente patente na graça do seu acolhimento. Há quem não saiba receber com ternura. Cristo, pelo contrário, recebia os pecadores com benignidade, comia com eles, admitindo-os às suas refeições ou aceitando os seus convites, para espanto dos fariseus: «Porque é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?» (Mt 9,11). Finalmente, a mansidão de Cristo manifesta-se ena sua Paixão, para a qual avançou como um cordeiro: «Insultado, não devolvia os insultos» (1Ped 2,23). […] Diz Ele, através do profeta Jeremias: «Sou semelhante a um cordeiro levado ao matadouro» (Jer 11,19). […] A mansidão garante a herança da Terra da felicidade. É por isso que lemos em São Mateus: «Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a Terra» (Mt 5,5).

Sermão de São Tomás de Aquino

Fonte: Evangelho Quotidiano

16 de julho de 2020 at 5:40 Deixe um comentário

Papa: Coração de Jesus dê a todos esperança e confiança!

Mês de junho é dedicado ao Sagrado Coração de Jesus

Ao final da Audiência Geral (17/06), o Papa Francisco recordou que amanhã celebramos a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, encorajando os fiéis a apresentarem a Ele “todas as intenções da nossa humanidade sofredora, seus medos e suas misérias”.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Em sua saudação em várias línguas na Audiência Geral de ontem, quarta-feira, o Papa Francisco mencionou uma festa muito querida pelos cristãos: a solenidade do Sagrado Coração de Jesus.

O Pontífice convidou os fiéis a descobrirem as riquezas que se “escondem” no Seu  Coração, para aprender a amar o próximo.

Aos de línguas francesa, Francisco os encorajou a apresentar a Jesus “todas as intenções da nossa humanidade sofredora, seus medos e suas misérias”.

[ Possa este Coração, repleto de amor pelos homens, dar a todos esperança e confiança! ]

Mês dedicado ao Sagrado Coração

No primeiro Angelus deste mês, o Pontífice recordou que o mês de junho é dedicado de modo particular ao Coração de Cristo, uma devoção que une os grandes mestres espirituais e as pessoas simples do povo de Deus.

O Coração humano e divino de Jesus, disse ele, é a fonte onde sempre podemos haurir a misericórdia, o perdão, a ternura de Deus.

Podemos ir à esta fonte detendo-nos sobre uma passagem do Evangelho, sentindo que no centro de todo gesto, de toda palavra de Jesus está o amor, o amor do Pai. E podemos fazê-lo também adorando a Eucaristia, onde este amor está presente no Sacramento.

Então – conclui Francisco –, também o nosso coração, pouco a pouco, se tornará mais paciente, mais generoso, mais misericordioso.”

“Jesus, faz com que meu coração se assemelhe ao Seu”, foi a oração do Santo Padre, afirmando ter aprendido com a sua avó a recitar essas palavras, convidando os fiéis a fazerem o mesmo.

3 de julho de 2020 at 5:49 Deixe um comentário

Recebe-me em teu divino coração

Dom Ortega: colombianos entreguem seus fardos ao Sagrado Coração ...

“Agora, meu amor, meu Rei e meu Deus, meu bem-amado Jesus, recebe-me na misericordiosa proteção de teu divino coração, e prende-me ao teu amor, para que eu viva inteiramente para Ti. Faz-me mergulhar no vasto mar da tua profunda misericórdia, confia-me às entranhas da tua bondade superabundante. Lança-me na chama devoradora do teu divino amor e faz-me passar em Ti até queimar e reduzir a cinzas a minha alma e o meu espírito. E, na hora da minha morte, remete-me para a providência da tua paternal caridade. Ó meu doce Salvador, consola-me pela visão da tua dulcíssima presença, reconforta-me pelo gosto do precioso resgate com que me adquiriste. Chama-me a Ti com a voz intensa do teu amor, recebe-me ao calor do teu perdão infinitamente misericordioso. Pelo sopro da doçura do teu Espírito, eflúvio de suavidade, atrai-me a Ti, puxa-me para Ti e atrai-me. No abraço da união perfeita, faz-me mergulhar no gozo eterno de Ti e faz-me ver-Te, possuir-Te e gozar para sempre de Ti na maior felicidade, porque a minha alma foi seduzida por Ti, ó Jesus, mais caro de todos quantos são caros. Amém.”

Reflexão de Santa Gertrudes de Helfta

Fonte: Evangelho Quotidiano

19 de junho de 2020 at 5:56 Deixe um comentário

Posts antigos


Arquivos

ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se aos outros seguidores de 378

Categorias