Posts tagged ‘cnbb’

55ª AG: Assembleia dos Bispos do Brasil

Aparecida (RV) – Mais de 350 bispos vão se reunir a partir de hoje, 26 de abril em Aparecida, até o dia 5 de maio, na 55ª Assembleia Geral da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Os encontros se realizam no complexo do Santuário Nacional, divididos entre reuniões no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, e missas na Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Neste ano, os debates estarão centralizados no tema “Iniciação Cristã”.

O Presidente da CNBB o Arcebispo de Brasília, Cardeal Sérgio da Rocha, explica que a definição do tema central foi baseada nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora para o Brasil, documento que define as necessidades de trabalho da Igreja Católica no país para o período de 2015 a 2019.

“Uma das prioridades das Diretrizes é a Igreja como casa da iniciação cristã. A Assembleia deste ano pretende trabalhar de maneira especial esta urgência”, comenta o purpurado.

Assuntos como o Ano Mariano, os 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, o caminho ecumênico, as Novas Formas de consagração e Novas Comunidades, os 10 anos da Conferência de Aparecida e o Sínodo dos Jovens estarão em pauta durante o evento. Temas relacionados à realidade socioeconômica e política do Brasil também devem ser tratados.

Outro ponto importante para os trabalhos da Assembleia será a apresentação de documentos sobre os ritos católicos. Ao menos dois subsídios que tratam do tema devem ser apreciados e debatidos pelos bispos ao longo do encontro.

O primeiro deles será lançado pela Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé da CNBB e oferece reflexões sobre exorcismos, rituais de cura e libertação. Já o outro passará pela apreciação dos bispos e trata sobre a atualização da celebração da Palavra de Deus, rito que consiste na reflexão das leituras bíblicas e da comunhão eucarística. Esta prática acontece sobretudo em locais que não contam com a presença de um sacerdote.

A 55ª Assembleia Geral da CNBB inicia na manhã desta quarta-feira, com uma missa no Santuário Nacional de Aparecida, presidida pela Presidência da CNBB. A cerimônia de inauguração da AG será no auditório do Centro de Eventos Padre Vítor Coelho e será aberta à imprensa.

Todos os dias, exceto no domingo, dia 30, serão celebradas missas com a oração do Ofício Divino, das 7h30 às 8h45, no Santuário Nacional de Aparecida. Haverá transmissão ao vivo pelas emissoras católicas de rádio e televisão.

A programação conta ainda com uma celebração Ecumênica no dia 2 de maio, recordando os 500 anos da Reforma Protestante. Na quinta-feira, dia 4 de maio, será realizada uma Sessão Mariana, em comemoração pelos 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e 100 anos das Aparições de Fátima.

De Aparecida para a Rádio Vaticano, Silvonei José

 

 

28 de abril de 2017 at 9:16 Deixe um comentário

Presidência da CNBB em visita à Rádio Vaticano: esperamos o Papa em 2017

2015-09-10 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – A nova Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, escolhida durante a 53ª Assembleia Geral em Aparecida no último mês de abril, realiza visita ao Vaticano.

Nesta quarta-feira a Presidência formada por Dom Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília, Presidente; pelo vice-presidente, Dom Murilo Krieger, Arcebispo de Salvador, e Primaz do Brasil; e pelo Secretário Geral, o bispo auxiliar de Brasília, Dom Leonardo Steiner, visitaram a sede da Rádio Vaticano. Silvonei José conversou com eles sobre o motivo da visita ao Vaticano e sobre a possível viagem do Papa ao Brasil em 2017. (SP)

12 de setembro de 2015 at 6:57 Deixe um comentário

Bispos do Brasil ao Papa: Misericórdia ilumina a Assembleia

 

Aparecida (RV) – Os bispos do Brasil quiseram manifestar ao Papa Francisco a gratidão e satisfação da Igreja brasileira e de todos os fieis pela decisão de proclamar o Ano Santo da Misericórdia. Em carta dirigida ao Papa, a Presidência da CNBB afirma inspirar-se na Bula Misericordiae Vultus nos trabalhos do encontro que está reunindo em Aparecida mais de 350 bispos na ativa e eméritos. Abaixo, a integra da carta enviada ao Vaticano.

Santo Padre,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, está reunida em sua 53ª assembleia geral anual, em Aparecida, sob as bênçãos e a proteção da Rainha e Padroeira do Brasil, de 15 a 24 de abril. Nesta ocasião, temos a alegria de manifestar nossa comunhão com o sucessor de Pedro.

Como Vossa Santidade pode imaginar, pois muitas vezes também  participou de assembleias semelhantes,  a pauta de nossos trabalhos é extensa e desafiadora. Merecerão uma atenção especial tanto as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que orientarão nossa ação pastoral nos próximos quatro anos, quanto as eleições para os quadros dirigentes da CNBB. Nesta ocasião elegeremos, também, nossos representantes na próxima Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos, para a qual estamos nos preparando em nossas Dioceses.

Iniciamos esta nossa Assembleia anual tendo diante de nós a Bula Misericordiae Vultus, com a qual Vossa Santidade proclamou o Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Queremos manifestar-lhe nossa alegria com a proclamação desse Jubileu. Assumiremos este Ano Santo Extraordinário em nossas Dioceses e antevemos o júbilo com que nosso povo viverá a renovada experiência da misericórdia de Deus. Tanto a Bula como a Exortação Apostólica sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual – Evangelii gaudium – iluminarão nossas Diretrizes. Nosso agradecimento, Santo Padre, por esses dois presentes especiais.

Para nós, suas palavras são  um grande incentivo para nos aproximarmos mais de nosso povo, prioritariamente daquelas pessoas que se encontram nas periferias geográficas e existenciais. Para nossos fieis e as pessoas de boa vontade, suas palavras são a expressão de uma certeza: Deus ama cada pessoa; Ele não se cansa de nos amar, de nos acolher e de nos perdoar. Santo Padre, saiba que são também nossas suas preocupações em relação à evangelização e preservação da Amazônia.

Tendo diante de nós o imenso Brasil, que nasceu sob o sinal da Santa Cruz, pedimos sua bênção para o nosso bom povo e, particularmente, para nossas crianças, jovens, idosos e doentes. De nossa parte, queremos assegurar-lhe nossa oração pelo seu árduo e importante ministério petrino – oração que se torna mais intensa nestes dias nos quais, em nome do Senhor Jesus Cristo, nos reunimos no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Deus o ilumine, conforte e guarde!

Cardeal Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida, Presidente da CNBB

Dom José Belisário da Silva, OFM, Arcebispo de São Luís do Maranhão, Vice Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner, Bispo Auxiliar de Brasília, Secretário Geral da CNBB

18 de abril de 2015 at 12:39 Deixe um comentário

CNBB promoverá debate com candidatos à presidência

 

2014-07-25 Rádio Vaticana

Brasília (RV) – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizará no dia 16 de setembro um debate com os candidatos à presidência da República.
O encontro, das 21h30 às 23h30, será realizado na sede da Rede Aparecida de Comunicação e é a primeira vez que um debate com os candidatos à presidência da República acontece em Aparecida/SP.
As regras e a participação dos candidatos foram acertadas com os representantes dos partidos políticos com representação na câmara dos deputados, conforme determina a lei eleitoral.
A reunião foi realizada nesta terça-feira (22), em São Paulo. Na oportunidade, foi assinada a ata com o formato do debate e as regras. O documento será encaminhado agora ao Tribunal Superior Eleitoral.
Foram convidados e confirmaram presença no encontro os candidatos Aécio Neves, do PSDB, Dilma Roussef, do PT, Eduardo Campos, do PSB, Eduardo Jorge, do PV, Eymael, do PSDC, Luciana Genro, do PSOL, e pastor Everaldo, do PSC.
O evento terá como mediador o diretor geral da TV Aparecida, padre Josafá Moraes e será dividido em cinco blocos. No primeiro, haverá uma mensagem de abertura do presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno Assis. Em seguida, será feita uma pergunta única aos candidatos, elaborada pela CNBB.
No segundo bloco, os candidatos vão responder as perguntas dos bispos indicados pela CNBB, e que deverão abordar diversos temas como saúde, educação, habitação, reforma agrária, reforma política, lei do aborto, entre outros.
No terceiro bloco, as perguntas serão feitas por jornalistas que irão representar as emissoras de TV e Rádio de inspiração católica que transmitirão o evento.

O quarto bloco será do confronto direto entre os candidatos, onde cada um, por sorteio, poderá fazer perguntas ao outro, com réplica e tréplica. No quinto bloco os candidatos farão suas considerações finais.
O debate será transmitido ao vivo pela TV Aparecida e demais emissoras de TV e Rádio de inspiração católica, além de portais ligados a esses veículos.
(BF/TVAparecida)

25 de julho de 2014 at 8:23 Deixe um comentário

Carta dos Bispos Brasileiros ao Papa Francisco

2014-05-05 Rádio Vaticana

Bispos brasileiros reunidos no santuário de Aparecida para 52ª Assembelia Geral escreveram uma carta ao Papa Francisco.
Ouça aqui a crónica do Silvoney José
No Brasil, os Bispos, reunidos em Assembleia Geral, desde o dia 30 de abril passado,sob o manto da Mãe de Deus, no Santuário da Aparecida, enviaram uma carta ao Papa Francisco na qual informam o Santo Pasdre por este momento de graça que estão a viver, mas também para Lhe agradecer pela sua visita pastoral ao Brasil por ocasião da Jornada Mundial da Juventude e pela recente canonização do Padre José Anchieta, e finalmente, pedir ao Papa a sua bênção para o bom êxito da assembleia geral em curso em Aparecida.
<<Nós, os Bispos do Brasil, lê-se na carta, estamos em Aparecida, reunidos sob o manto da Mãe de Jesus. Vossa Santidade conhece bem esta Casa de Maria. Participamos da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Como é do seu conhecimento, encontros assim vão muito além dos estudos, das reflexões e das decisões que precisam ser encaminhadas. Apesar dos muitos problemas que cada irmão enfrenta, nossa Assembleia é marcada por um clima de esperança e de alegria. Nossa alegria deve-se tanto à consciência da presença do Ressuscitado entre nós como à certeza de que nos encontramos com irmãos atentos às histórias e desafios que trazemos no coração. Assim, o peso das responsabilidades de cada um é repartido entre todos. Agradecemos a oportunidade que tivemos de tê-lo entre nós, Santo Padre, durante a Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, em julho passado, e lhe testemunhamos o quanto nosso país e, particularmente, nossos jovens lhe são gratos por isso. Todos se sentiram confortados com a sua presença no meio de nós, com suas palavras e gestos. Nossos jovens recordam com carinho o que viram, ouviram e viveram. Como os discípulos de Emaús, perceberam que sua companhia fez seus corações se abrasarem. Com a simplicidade que os caracteriza, constatam que o Papa “roubou” o seu coração.
Agradecemos-lhe também, Santo Padre, prosseguem os bispos na sua carta, pela recente canonização do Padre José de Anchieta, “o Apóstolo do Brasil”. Nós, apóstolos de hoje, temos muito que aprender com esse irmão que veio para o Brasil, não em busca de ouro ou fama, mas para trazer aos que aqui moravam o que ele tinha de mais precioso: a fé em Jesus Cristo, o Salvador. De certa forma, todos nós estivemos presentes em Roma, no dia 24 de abril passado, na Igreja de Santo Inácio, quando Vossa Santidade, com muitos brasileiros, rendeu graças a Deus por essa canonização. Na Missa que celebraremos no Santuário da Mãe Aparecida, no próximo domingo, também em ação de graças pela canonização de Anchieta, rezaremos de modo especial pelas intenções de Vossa Santidade. Finalmente, falando desta 52ª Assembleia Geral em curso, os bispos brasileiros sublinham que <<nesta Assembleia, ocupa um lugar especial a reflexão sobre a Paróquia – comunidade de comunidades. Saiba, Santo Padre, que as observações que Vossa Santidade fez quando aqui esteve e, particularmente, as que encontramos em sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium( A Alegria do Evangelho) têm iluminado os nossos estudos sobre esse assunto.
Uma assembleia como a nossa, Santo Padre, é rica de assuntos, porque muitas são as exigências de nossa missão. Queremos pedir sua bênção para ela, para nossas dioceses, paróquias e famílias. Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, interceda por seu ministério!

5 de maio de 2014 at 8:01 Deixe um comentário

CNBB e Cáritas lançam Campanha Mundial contra a Fome e a Pobreza

 

 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira lançam  a Campanha Mundial contra a Fome, a Pobreza e as Desigualdades. Com o tema “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”, o lançamento ocorrerá na sede da CNBB, em Brasília, a partir  das 14h.

Trata-se de uma mobilização mundial da Caritas Internacional em favor da vida, dos direitos humanos e da justiça social. O objetivo da campanha, que vai até 2015, é sensibilizar e mobilizar a sociedade sobre a realidade da fome, da miséria e das desigualdades no mundo e no Brasil. A alimentação adequada e de qualidade é um  direito humano e por isso deve ser garantido a todos os cidadãos e cidadãs de forma igualitária.

O papa Francisco gravou um vídeo com uma mensagem de cinco minutos em apoio à campanha. As palavras do papa serão divulgadas no dia do lançamento.

Participarão do evento o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner; o presidente e a diretora executiva da Cáritas Brasileira, dom Flávio Giovenale e Maria Cristina dos Anjos.

14 de janeiro de 2014 at 19:25 Deixe um comentário

Nota da CNBB: “Ouvir o clamor que vem das ruas”

Sex, 21 de Junho de 2013 14:28 / Atualizado – Sex, 21 de Junho de 2013 14:57 por: cnbb

 

cnbblogoOs bispos manifestam “solidariedade e apoio às manifestações, desde que pacíficas, que têm levado às ruas gente de todas as idades, sobretudo os jovens”. A presidência da CNBB apresentou a Nota em entrevista coletiva e o documento foi aprovado na reunião do Conselho Permanente concluída na manhã desta sexta-feira, 21 de junho.

Leia a Nota:

Ouvir o clamor que vem das ruas

Nós, bispos do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunidos em Brasília de 19 a 21 de junho, declaramos nossa solidariedade e apoio às manifestações, desde que pacíficas, que têm levado às ruas gente de todas as idades, sobretudo os jovens. Trata-se de um fenômeno que envolve o povo brasileiro e o desperta para uma nova consciência. Requerem atenção e discernimento a fim de que se identifiquem seus valores e limites, sempre em vista à construção da sociedade justa e fraterna que almejamos.

Nascidas de maneira livre e espontânea a partir das redes sociais, as mobilizações questionam a todos nós e atestam que não é possível mais viver num país com tanta desigualdade. Sustentam-se na justa e necessária reivindicação de políticas públicas para todos. Gritam contra a corrupção, a impunidade e a falta de transparência na gestão pública. Denunciam a violência contra a juventude. São, ao mesmo tempo, testemunho de que a solução dos problemas por que passa o povo brasileiro só será possível com participação de todos. Fazem, assim, renascer a esperança quando gritam: “O Gigante acordou!”

Numa sociedade em que as pessoas têm o seu direito negado sobre a condução da própria vida, a presença do povo nas ruas testemunha que é na prática de valores como a solidariedade e o serviço gratuito ao outro que encontramos o sentido do existir. A indiferença e o conformismo levam as pessoas, especialmente os jovens, a desistirem da vida e se constituem em obstáculo à transformação das estruturas que ferem de morte a dignidade humana. As manifestações destes dias mostram que os brasileiros não estão dormindo em “berço esplêndido”.

O direito democrático a manifestações como estas deve ser sempre garantido pelo Estado. De todos espera-se o respeito à paz e à ordem. Nada justifica a violência, a destruição do patrimônio público e privado, o desrespeito e a agressão a pessoas e instituições, o cerceamento à liberdade de ir e vir, de pensar e agir diferente, que devem ser repudiados com veemência. Quando isso ocorre, negam-se os valores inerentes às manifestações, instalando-se uma incoerência corrosiva que leva ao descrédito.

Sejam estas manifestações fortalecimento da participação popular nos destinos de nosso país e prenúncio de novos tempos para todos. Que o clamor do povo seja ouvido!

Sobre todos invocamos a proteção de Nossa Senhora Aparecida e a bênção de Deus, que é justo e santo.

Brasília, 21 de junho de 2013

Cardeal Raymundo Damasceno Assis Arcebispo de Aparecida Presidente da CNBB

Dom José Belisário da Silva Arcebispo de São Luís Vice-presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília Secretário Geral da CNBB.

Fonte: Site da CNBB

23 de junho de 2013 at 7:14 Deixe um comentário

Posts antigos


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 198 outros seguidores

Categorias