Posts filed under ‘Anjos e Arcanjos’

Anjos da Guarda, “companheiros de caminhada”

2018.09.28 Arcangeli Michele CastelliSão Miguel Arcanjo

A Igreja Católica, nesta terça-feira 2 de outubro, celebra a memória dos nossos protetores, os Anjos da Guarda, data fixada em 1672 pelo Papa Clemente X. Papa Francisco definiu-os como “companheiros de caminhada” que nos defendem do maligno

Cidade do Vaticano

Neste terça-feira, 2 de outubro, a Igreja celebra a memória dos Santos Anjos da Guarda, “aos quais Deus confia na Sua Providência as realidades criadas por Ele” – explica padre Salvatore Vitiello professor de Teologia – para que sejam guardadas e protegidas.

Os anjos nos apresentam valores sobrenaturais

Com o Sacrifício da Cruz, realizou-se a unidade entre todas as criaturas espirituais e materiais. Em virtude dessa unidade profunda do mundo em Jesus Cristo, os espíritos superiores, que são os Anjos, estão presentes na vida do homem, auxiliam-no, guardam-no e protegem-no. Segundo o teólogo belga Gustave Thils: “Para nós, é impossível descobrir, com os sentidos, a sua ação e descrever a natureza da sua ajuda. Os anjos podem agir na nossa maneira de julgar, intervir nas nossas decisões, apresentar-nos valores sobrenaturais.

Tradição ou dogma?

O Antigo e Novo Testamento, os Padres da Igreja assim como os Santos, sempre afirmaram a existência dos Anjos. Padre Vitiello observa: “Devemos distinguir dois planos sobre a existência dos Anjos que pertencem ao depósito da fé: no Credo nós dizemos que Deus é criador de todas as coisas visíveis e invisíveis e os Anjos fazem parte da criação das realidades invisíveis. Este dado – sublinha – é comprovado tanto pelo Credo Niceno-constantinopolitano, como no Credo do Povo de Deus” pronunciado solenemente por Paulo VI em 30 de junho de 1968:

“ Cremos em um só Deus ― Pai, Filho e Espírito Santo ― Criador das coisas visíveis ― como este mundo, onde se desenrola nossa vida passageira ―, Criador das coisas invisíveis ― como são os puros espíritos, que também chamamos anjos… ”

A existência dos Anjos da Guarda pertencem à tradição eclesial “os anjos tem a tarefa de cuidar do mundo, das realidades criadas materiais, das cidades ou das profissões, por exemplo. Em síntese, a existência dos Anjos como esta função específica, é um dado da tradição teológica”, conclui padre Vitiello.

“ Peçamos ao Senhor a graça dessa docilidade, para ouvir a voz deste amigo, deste embaixador de Deus que está ao nosso lado em Seu nome, para que sejamos amparados pela sua ajuda – Papa Francisco ”

Todos nós temos um anjo

“ Há o Espírito Santo, o anjo, que me aconselha. Esta não é a doutrina dos anjos um pouco fantasiosa: não, trata-se da realidade. É o que Jesus, o que Deus disse: ‘Enviarei um anjo para estar ao seu lado, para guardar-te, acompanhar-te no caminho para que não erres’ – Papa Francisco ”

Anúncios

4 de outubro de 2018 at 5:34 Deixe um comentário

Papa: Anjos da Guarda são nossa porta à transcendência

Papa celebra a missa na capela da Casa Santa MartaPapa celebra a missa na capela da Casa Santa Marta  (Vatican Media)

O Papa Francisco dedicou sua homilia da Missa deste dia 2 de outubro aos Santos Anjos da Guarda, que a liturgia celebra hoje.

Gabriella Ceraso – Cidade do Vaticano

“Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei”. São essas palavras da Primeira Leitura, extraída do capítulo 23 do Livro do Êxodo, que guiaram a reflexão do Papa na homilia da Missa celebrada na Casa Santa Marta, no dia em que a Igreja festeja os Santos Anjos da Guarda. São precisamente eles – disse Francisco – “a ajuda muito especial” que o “Senhor promete ao seu povo e a nós que caminhamos na estrada da vida”.

O Anjo, bússola que nos ajuda a caminhar

A vida, disse ainda o Papa, é o caminho no qual devemos ser auxiliados por “companheiros”, por “protetores”, por uma “bússola humana ou uma bússola que se parece com um humano” e nos ajuda a olhar para a direção que devemos ir. Francisco cita três possíveis perigos que podem encontrar no decorrer da vida:

Existe o perigo de não caminhar. E quantas pessoas se estabelecem e não caminham, e toda a vida ficam paradas, sem se mover, sem fazer nada… É um perigo. Como aquele homem do Evangelho que tinha medo de investir o talento. O enterrou e pensou: “Eu estou em paz, estou tranquilo. Não poderei cometer um erro. Assim não arrisco”. E muitas pessoas não sabem como caminhar ou têm medo de arriscar e param. Mas nós sabemos que a regra é que quem fica parado na vida, acaba por se corromper. Como a água: quando a água está ali parada, chegam os mosquitos, depositam ovos e tudo se corrompe. Tudo. O Anjo nos ajuda, nos leva a caminhar.

O perigo de errar o caminho ou girar num labirinto

Mas há outras duas insídias no caminho da nossa vida, prosseguiu o Papa: o “perigo de errar o caminho”, que somente “no início é fácil de corrigir”; e o perigo de deixar o caminho para se perder numa praça, indo “de um lado e do outro como num labirinto” que aprisiona e “jamais o leva até o fim”. Eis que o “Anjo”, reiterou Francisco, “existe para nos ajudar a não errar o caminho e a caminhar nele”, mas é necessária a nossa oração, o nosso pedido de ajuda:

E o Senhor diz: “Tenha respeito por sua presença”. O Anjo é crível, tem autoridade para nos guiar. Ouça a sua voz e não se revolte contra ele.” Ouça as inspirações que são sempre do Espírito Santo, mas é o Anjo a inspirá-las. Eu gostaria de fazer a todos uma pergunta: vocês conversam com o seu Anjo? Vocês conhecem o nome dele? Vocês ouvem o seu Anjo? Vocês se deixam levar pela mão na estrada ou impulsionar para se mover?

O Anjo nos mostra o caminho para chegar ao Pai

“A presença e o papel dos Anjos em nossa vida é ainda mais importante, porque eles não somente nos ajudam a caminhar bem, mas nos mostram também onde devemos chegar”, ressaltou ainda Francisco. Hoje, o Evangelho de Mateus nos diz: “Não desprezeis nenhum desses pequeninos”, diz o Senhor, “pois os seus anjos nos céus veem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus”. No “mistério da custódia do Anjo” existe também a “contemplação de Deus Pai”, que o Senhor deve nos dar a graça de compreender. E o Papa concluiu:

“O nosso Anjo não somente está conosco, mas vê Deus Pai. Está em relação com Ele. É a ponte cotidiana, desde a hora em que nos levantamos até o hora em que vamos dormir. Ele nos acompanha. É uma ligação entre nós e Deus Pai. O Anjo é a porta cotidiana para a transcendência, para o encontro com o Pai: ou seja, o Anjo nos ajuda a caminhar porque olha o Pai e conhece a estrada. Não nos esqueçamos desses companheiros de caminhada”.

3 de outubro de 2018 at 5:58 Deixe um comentário

Santos Anjos da Guarda

Encontramos testemunhos que nos motivam a confiarmos nos Santos Anjos

Neste dia em que fazemos memória do nosso protetor, a Igreja termina assim o hino e oração da manhã: “Salvai por vosso filho a nós, no amor; ungidos sejamos pelos anjos; por Deus trino, protegidos!”

A palavra anjo significa, “enviado, mensageiro divino”, muitas vezes encontramos as manifestações dos anjos como missionários de Deus, e por isso, com clareza lemos no salmo 91: “Pois Ele encarregará seus anjos de guardar-te em todos os teus caminhos”.

Quando nos deparamos com a Anunciação e outros Mistérios da vida de Jesus, conseguimos perceber que este salmo profetiza a presença dos anjos na vida do Senhor. Ora, Cristo é o primogênito de todas as criaturas, nosso irmão e modelo. Se portanto sua humanidade, apesar de unida com a Divindade, era continuamente protegida por anjos, logo quanto mais devemos ser nós, seus membros tão frágeis. Tanto o Pai quer isto que revelou a Jesus: “Guardai-vos de desprezar algum desses pequeninos, pois eu vos digo, nos céus os seus anjos se mantêm sem cessar na presença do meu Pai que está nos céus.” (Mt 18,10)

Nos Atos dos Apóstolos e nos escritos de São Bernardo, Santo Tomás de Aquino e outros Doutores da Igreja, encontramos testemunhos que nos motivam a confiarmos nos Santos Anjos protetores de cada um, pois atesta a Sagrada Escritura: “Não são todos (os anjos) eles espíritos cumpridores de funções e enviados a serviço, em proveito daqueles que devem receber a salvação como herança?” (Hb 1,14)

Na Inglaterra desde o ano 800 acontecia uma festa dedicada aos Anjos da Guarda e a partir do ano 1111 surgiu uma linda oração (apresentada a seguir). Da Inglaterra esta festa se estendeu de maneira universal depois do ano 1608 por iniciativa do Sumo Pontífice da época. Aprendamos e rezemos esta quase milenar prece: “Anjo do Senhor – que por ordem da piedosa providência Divina, sois meu guardião – guardai-me neste dia (tarde ou noite); iluminai meu entendimento; dirigi meus afetos; governai meus sentimentos para que eu jamais ofenda ao Deus e Senhor. Amém.”

Santos Anjos da Guarda, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova

2 de outubro de 2018 at 5:35 Deixe um comentário

Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Miguel, Gabriel e Rafael amigos, protetores e intercessores que do Céu vêm em nosso socorro

Com alegria, comemoramos a festa de três Arcanjos neste dia: Miguel, Gabriel e Rafael. A Igreja Católica, guiada pelo Espírito Santo, herdou do Antigo Testamento a devoção a estes amigos, protetores e intercessores que do Céu vêm em nosso socorro pois, como São Paulo, vivemos num constante bom combate. A palavra “Arcanjo” significa “Anjo principal”. E a palavra “Anjo”, por sua vez, significa “mensageiro”.

São Miguel
O nome do Arcanjo Miguel possui um revelador significado em hebraico: “Quem como Deus”. Segundo a Bíblia, ele é um dos sete espíritos assistentes ao Trono do Altíssimo, portanto, um dos grandes príncipes do Céu e ministro de Deus. No Antigo Testamento o profeta Daniel chama São Miguel de príncipe protetor dos judeus, enquanto que, no Novo Testamento ele é o protetor dos filhos de Deus e de sua Igreja, já que até a segunda vinda do Senhor estaremos em luta espiritual contra os vencidos, que querem nos fazer perdedores também. “Houve então um combate no Céu: Miguel e seus anjos combateram contra o dragão. Também o dragão combateu, junto com seus anjos, mas não conseguiu vencer e não se encontrou mais lugar para eles no Céu”. (Apocalipse 12,7-8)

São Gabriel
O nome deste Arcanjo, citado duas vezes nas profecias de Daniel, significa “Força de Deus” ou “Deus é a minha proteção”. É muito conhecido devido a sua singular missão de mensageiro, uma vez que foi ele quem anunciou o nascimento de João Batista e, principalmente, anunciou o maior fato histórico: “No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré… O anjo veio à presença de Maria e disse-lhe: ‘Alegra-te, ó tu que tens o favor de Deus’…” a partir daí, São Lucas narra no primeiro capítulo do seu Evangelho como se deu a Encarnação.

São Rafael
Um dos sete espíritos que assistem ao Trono de Deus. Rafael aparece no Antigo Testamento no livro de Tobit. Este arcanjo de nome “Deus curou” ou “Medicina de Deus”, restituiu à vista do piedoso Tobit e nos demonstra que a sua presença, bem como a de Miguel e Gabriel, é discreta, porém, amiga e importante. “Tobias foi à procura de alguém que o pudesse acompanhar e conhecesse bem o caminho. Ao sair, encontrou o anjo Rafael, em pé diante dele, mas não suspeitou que fosse um anjo de Deus” (Tob 5,4).

São Miguel, São Gabriel e São Rafael, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova

29 de setembro de 2018 at 5:35 Deixe um comentário

Os Anjos da Guarda

28 de setembro de 2018 at 5:35 Deixe um comentário

Quaresma de São Miguel Arcanjo – De 15 de agosto a 29 de setembro (Festa de São Miguel)

*Pode também ser rezada em qualquer época do ano.

Após a análise de sua vida, faça um altar com a imagem ou foto de São Miguel Arcanjo, colocando velas e flores para enfeitar o altar.

Todos os dias:

* Acender uma Vela abençoada (*cuidado com velas com crianças)
* Oferecer penitências e abstinências (o jejum por exemplo)
* Fazer o sinal da cruz
* Rezar a oração inicial (Pequeno Exorcismo do Papa Leão XIII)
* Rezar a Ladainha de São Miguel Arcanjo
* Fazer o pedido de uma graça a ser alcançada
{ Confessar-se, pelo menos uma vez
{ Ir à Santa Missa, pelo menos uma vez

ORAÇÃO INICIAL Pequeno Exorcismo (Papa Leão XIII)

“São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém”.

Sacratíssimo coração de Jesus, tende piedade de nós.
Sacratíssimo coração de Jesus, tende piedade de nós.
Sacratíssimo coração de Jesus, tende piedade de nós.

Ladainha de São Miguel Arcanjo

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.

Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.

São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.
São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.
São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.
São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.
São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.
São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.
São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.
São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório,
vós a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.
São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo,
para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.

Oração

Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém.

Rosário de São Miguel Arcanjo
V. Deus, vinde em nosso auxílio.
R. Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.
V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
R. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Primeira saudação: Saudamos o primeiro coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste dos Serafins, para que o Senhor nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave-Marias, Glória ao Pai)

Segunda saudação: Saudamos o segundo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste dos Querubins para que o Senhor nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave-Marias, Glória ao Pai)

Terceira saudação: Saudamos o terceiro coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste dos Tronos, para que Deus derrame em nosso coração o espírito de verdadeira e sincera humildade. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave-Marias, Glória ao Pai)

Quarta saudação: Saudamos o quarto coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celestes das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos e de nos corrigir das nossas más paixões. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave Maria, Glória ao Pai)

Quinta saudação: Saudamos o quinto coro dos Anjos pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste das Potestades, para que o Senhor se digne proteger nossa alma contra as ciladas e as tentações do demônio. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave Maria, Gloria ao Pai)

Sexta saudação: Saudamos o sexto coro dos Anjos pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro admirável das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas nos livre de todo mal. Amém.
(um Pai Nosso, 3 Ave Maria, Glória ao Pai)

Sétima saudação: Saudamos o sétimo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro dos Principados, para que o Senhor encha nossa alma do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém. (um Pai Nosso, três Ave Maria, Gloria ao Pai)

Oitava saudação: Saudamos o oitavo coro dos Anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória eterna do paraíso. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave Maria, Glória ao Pai)

Nona saudação: Saudamos o nono coro dos Anjos pedindo pela intercessão de São Miguel Arcanjo e do coro celeste de todos os Anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do céu. Amém.
(um Pai Nosso, três Ave Maria, Glória ao Pai)

Reza-se no final:
Um Pai Nosso em honra de São Miguel.
Um Pai Nosso em honra de São Gabriel.
Um Pai Nosso em honra de São Rafael.
Um Pai Nosso em honra ao nosso Anjo da Guarda.

Antífona:
Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo. Vós cuja excelência e virtude são eminentíssimas, dignai-Vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei, pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade e perseverança em servir a Deus. Amém.

Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo,
Para que sejamos dignos de Suas promessas.

Oremos: Deus todo poderoso e eterno, que, por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo São Miguel Arcanjo, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora de nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

Consagração a São Miguel Arcanjo

Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror dos espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção.

É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça de amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima. Obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória. Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com vossa arma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no Céu.
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém.

Fonte: www.arcanjomiguel.net

Site do Professor Felipe Aquino

14 de agosto de 2018 at 5:35 Deixe um comentário

Basílica de São Miguel Arcanjo, a única no Brasil dedicada ao Arcanjo

okokoikokokkko.jpg

A notícia de que o Santuário São Miguel Arcanjo seria elevado à Basílica Menor foi recebida pelo pároco e reitor, Pe. Márcio Almeida, na tarde de 21 de junho. A Missa de Instalação de Basílica Menor se realizará no dia 1º de setembro e será presidida por Dom Gorgônio, bispo da Diocese de Itapetininga-SP.

Padre Márcio Almeida – São Miguel Arcanjo

Os sinos badalaram no início da tarde do dia 21 de junho no Santuário São Miguel Arcanjo, localizado na cidade de São Miguel Arcanjo, interior paulista. Foi a chegada de uma boa nova para os fiéis são miguelenses e de toda a diocese de Itapetininga, que celebra seus 20 anos. O Vaticano concedeu o título de Basílica Menor ao Santuário de São Miguel Arcanjo! O pároco e reitor, Pe. Márcio Almeida, em uma transmissão ao vivo em seu perfil pessoal no facebook, anunciou a notícia aos fieis. “Hoje para nós é um dia de imensa alegria”, exclama.

No dia 25 de maio, o Cardeal Robert Sarah, prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina Sacramental, assinou o decreto de concessão do título de Basílica Menor à Igreja Santuário de São Miguel Arcanjo. O decreto, assinado pelo Cardeal, diz: “A concessão deste título a esta importante Igreja, intensificando o vínculo com esta Igreja Particular e a Igreja de Roma, é um incentivo a promover a sua exemplaridade como verdadeiro centro de ação litúrgica e pastoral da diocese”.

A Missa de Instalação de Basílica Menor acontecerá no dia 1º de setembro (sábado), às 15h, e será presidida por Dom Gorgônio, bispo da Diocese de Itapetininga-SP. O momento celebrativo abrirá as comemorações alusivas ao santo padroeiro que se estenderá por todo o mês de setembro. As orações da Quaresma de São Miguel Arcanjo iniciam no dia 15 de Agosto e vão até o dia 28 de Setembro, e será rezada após a Missa das 17h, e 30 minutos antes das Missas noturnas.

 

Pedido do título

De acordo com Pe. Márcio, o pedido de Concessão do Título foi enviado pelo bispo diocesano, D. Gorgônio, em 2 de janeiro deste ano ao Vaticano. Na sequência, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina Sacramental solicitou que se respondesse a um minucioso questionário para avaliar se o Santuário atendia aos critérios necessários para ser elevada à Basílica Menor. O reitor conta que entre os documentos, estavam: medidas do prédio, história da Igreja, descrição da vida religiosa, fotos, vídeos, documentos de comprovação, entre outros dados.

Tudo isto, continua, foi entregue na Congregação pelo Pe. Márcio no dia 11 de abril em audiência particular com o Monsenhor Aurélio Garcia, assessor do Cardeal Robert Sarah, na Congregação responsável.

O que muda?

O reitor explica que a Basílica Menor é uma Igreja Papal, uma extensão do Vaticano, e torna-se uma Igreja que oferece graças especiais, que somente estas podem oferecer. Conforme o decreto “Domus Ecclesiae”, os fiéis que visitam uma Basílica podem obter a Indulgência Plenária, observando as condições habituais (confissão sacramental, comunhão eucarística e oração pelas intenções do Santo Padre), em datas especiais, como:

– Uma vez ao ano no dia estabelecido pelo Ordinário local (01 de janeiro);

– No dia do aniversário da concessão do título de Basílica (25 de maio);

– Na solenidade dos Santos Pedro e Paulo apóstolos (29 de junho);

– No dia do aniversário da dedicação da Basílica (21 de setembro);

– No dia da celebração litúrgica do patrono (29 de setembro);

– Uma vez ao ano no dia livremente escolhido pelo fiel.

No templo, estarão também dispostos quatro sinais visíveis que distinguem uma Basílica: o Brasão do Vaticano na cadeira do presidente; a Umbela (o guarda-chuva com as cores do Vaticano e os brasões do Vaticano, do Papa, do Bispo diocesano, da Basílica, do reitor e da cidade) usado em procissões de rua; o Tintinabulo (brasão do vaticano com um sino) e a Virga Rubra – (que acompanha as procissões dando o compasso).

Festa do Padroeiro

Em clima especial de festa devido ao recente decreto de elevação ao título de Basílica Menor, o Santuário São Miguel Arcanjo realiza os últimos preparativos para celebrar o seu padroeiro. A programação acontecerá de 20 a 30 de setembro, na cidade de São Miguel Arcanjo-SP, e contará com programação diferenciada para acolher todos os públicos em dias de louvor e agradecimento a Deus pela intercessão do Arcanjo Miguel.

Você poderá conferir a programação da Festa e saber muito mais sobre o Santuário, no site: http://www.santuariosaomiguelarcanjo.com/

Fonte: Site do Vaticano

24 de julho de 2018 at 5:31 Deixe um comentário

Posts antigos


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 285 outros seguidores

Categorias