Posts tagged ‘nossa senhora’

EVA transformada em AVE – reflexão de Santo Aelredo de Rielvaux

 

Anunciacao-do-Senhor-a-Maria3_blog_saudação

Hoje o Pai soberano enviou-nos o verdadeiro José «para rever os seus irmãos e os rebanhos» (Gn 37,14). Ele é seguramente aquele José amado por seu pai «mais que todos os seus irmãos» (v. 3). […] É ele, mais amado que todos, mais sábio que todos, mais magnífico que todos; foi realmente ele que Deus Pai enviou hoje. […] «Quem enviarei Eu, diz Deus Pai, e quem irá por Mim?» (Is 6,8) O Filho responde: «Eis que Eu mesmo cuidarei das Minhas ovelhas e Me interessarei por elas» (Ez 34,11). Vindo do mais alto dos céus, Ele dirige-Se «para o vale de Hebron» (Gn 37,14).

Adão tinha escalado a montanha do orgulho; o Filho de Deus desce para o vale da humildade. Encontra hoje um vale para onde descer. Onde está Ele? Não em ti, Eva, mãe da nossa infelicidade, não em ti […], mas na bem-aventurada Maria, que é este vale de Hebron devido à sua humildade e por causa da sua força. […] Ela é forte porque participa na força d’Aquele sobre o qual está escrito: «O Senhor é forte e poderoso» (Sl 23,8). Ela é aquela mulher virtuosa, ardentemente desejada por Salomão, que dizia: «Uma mulher virtuosa, quem a poderá encontrar?» (Pr 31,10). […]

Eva, se bem que criada no paraíso, sem corrupção, sem enfermidade nem dor, revelou-se fraca e doente. «Quem poderá encontrar a mulher virtuosa?» Poderemos encontrar na infelicidade cá em baixo o que não pudemos encontrar na felicidade do além? Poderemos encontrá-la neste vale de lágrimas, quando não a pudemos encontrar na beatitude do Paraíso? […] Hoje, sim, hoje ela foi encontrada. Deus Pai encontrou esta mulher para a santificar; o Filho encontrou-a para nela habitar; o Espírito Santo encontrou-a para a iluminar. […] O anjo encontrou-a para a saudar assim: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo». Ei-la, a mulher virtuosa. Nela, a seriedade, a humildade e a virgindade opõem-se à curiosidade, à vaidade, à voluptuosidade. «O anjo entrou nela», está escrito. Ela não estava virada para o exterior; estava no interior, no seu quarto secreto, onde rezava a seu Pai em segredo (Mt 6,6).

Fonte: Evangelho Quotidiano

Anúncios

14 de dezembro de 2016 at 5:09 Deixe um comentário

Nossa Senhora, Rainha dos Anjos

wp-1480541688703.jpg

2 de dezembro de 2016 at 5:40 Deixe um comentário

Consagração a Nossa Senhora

card consagraçaoFonte: Canção Nova

11 de novembro de 2016 at 5:58 Deixe um comentário

Nossa Senhora do Equilíbrio

nsra_equilibrio_1

 

Há devoções marianas carregados com uma grande mensagem, que se soubéssemos, seria motivo para ir a Maria e perguntar-lhe o que significa o título.

A invocação de “Nossa Senhora do equilíbrio” é para o nosso tempo, assim Paulo VI disse tão animado, quando em 1968 foi-lhe dada uma cópia: “É precisamente o que nós precisamos agora”.

O original foi encontrado em 1967 em um sótão de uma abadia, o Frattocchie, perto de Roma, o retábulo da Virgem tinha esta inscrição: Santa Maria do Equilibrio. A imagem da Virgem está de pé com as palmas das mãos em frente, mantendo uma posição de equilíbrio. O Papa considerava providencial aquele encontro e se confiado a Maria sob este novo título de “Nossa Senhora do Equilíbrio”, passava por momentos cruciais, pois, havia alguns radicalismos na Igreja nas aplicações Concílio Vaticano 11. Com razão disse um ditado conhecido: “a virtude está no meio, quando os extremos são viciosos.”

No mundo de hoje onde o estresse afeta muitas pessoas com o agravamento de alguns desastres psíquicos, como consequência, vemos a necessidade de serenidade, tranquilidade, equilíbrio nas pessoas. Olhando para Maria, vemos uma tranquilidade impressionante, quando ela recebe o grande anúncio de que é escolhida entre todas as mulheres para ser a Mãe do Salvador. Ela não pula enlouquecida com a notícia, nem se abate qpela grande dignidade que lhe foi confiada, mas com auto-controle e auto-domínio pede explicação ao anjo de como se realizaria aquele mistério, depois de receber a explicação, aceita-o com máxima serenidade, e, como se fosse uma simples menina se colocou disponível para sua prima Isabel. Guitton afirma da Virgem Maria: “Maria é uma mistura de graça e gravidade, sorriso e seriedade, de jovialidade e holocausto, de música e silêncio, de pureza e fertilidade … um universo filigrana.”

Todos passamos por momentos dramáticos na vida, mas nem todos reagimos da mesma forma: .- os desequilibrados se desesperam e se revoltam. .- Os equilibrados sabem ver em cada situação da vida a mão providencial de Deus, que não deixa de ser tão misterioso e ao mesmo tempo que é amoroso. Maria passou por momentos de dura provação, mas não se rebelou e se queixou, mas aceitou. Ela sofreu incompreensões em Nazaré, Belém, no Calvário. A Nossa Senhora do Equilíbrio pedimos o que precisamos em grandes doses manifestações de equilíbrio, que são: paciência, paz, calma, tranquilidade, harmonia, paz, regra geral, o equilíbrio.  (Padre Tomás Rodríguez Carbajo)

História

Um dia de 1967, um monge da abadia de Fattochie, em Roma, rezava distraidamente. Vinha-lhe à mente, de modo obsessivo, a palavra equilíbrio. Saindo da Capela, foi ao sótão do mosteiro para colocar algumas coisas em ordem. De repente, caiu-lhe nas mãos uma rude e compacta tábua sobre a qual estava fixada uma chapa metálica oxidada com o relevo de uma orante.

Inspiradamente exclamou: Santa Maria do Equilíbrio. E entregou-a ao monge Armando Paniello, que a reproduziu numa estampa com um vestido amarelo, frisado, e longo, véu azul, da cabeça aos pés, braços e mãos estendidos verticalmente até o colo, pés descalços, como que a admoestação, nesta posição hierática, um espiritual equilíbrio.

Em 19 de setembro de 1968, Dom Armando solicitou uma audiência com o Papa Paulo VI. Ao receber a estampa, o Pontífice, radiante e de braços abertos exclamou: “Santa Maria do Equilíbrio!… ah, é justamente dela que se precisa!”. “Qual deve ser o dia de sua festa?” – perguntou-lhe o monge. Ao que responde o papa: “Dela não existe uma festa, porque deve ser invocada da manhã à noite”.

 

Oração a Nossa Senhora do Equilíbrio

“Virgem Mãe de Deus e dos homens, MARIA. Pedimos-vos o dom do equilíbrio cristão, hoje tão necessário à Igreja e ao mundo. Livrai-nos de todo o mal; salvai-nos do egoísmo, do desânimo, do orgulho, da presunção e da dureza de coração.

Dai-nos tenacidade no esforço, calma no insucesso, humildade no êxito feliz. Abri nossos corações à santidade. Fazei que pela pureza de coração, pela simplicidade e amor à verdade, possamos conhecer nossas limitações. Alcançai-nos a graça de compreender e viver a palavra de Deus.

Concedei-nos que, pela Oração, Amor e Fidelidade à Igreja na pessoa do Sumo Pontífice…, vivamos em comunhão fraterna com todos os membros do Povo de Deus, Hierarquia e fiéis.

Despertai-nos profundo sentimento de solidariedade entre irmãos, para que possamos viver, com Equilíbrio, a nossa Fé, na Esperança da eterna salvação. Nossa Senhora do Equilíbrio, a Vós nos consagramos, confiantes na ternura da vossa maternal Proteção. Assim seja, amém

Padre Tomás Rodríguez Carbajo

Fonte: http://www.mariologia.org/

30 de agosto de 2016 at 5:18 2 comentários

Nossa Senhora em tudo obedecia à vontade de Deus – sermão de São Lourenço Justiniano

 

FullSizeRender(12)Feliz o coração da Virgem que, pela luz do espírito que nela habitava, sempre e em tudo obedecia à vontade do Verbo de Deus. Não se deixava guiar pelo seu próprio sentimento, ou inclinação, mas realizava, na sua atitude exterior, as insinuações internas da sabedoria inspiradas na fé. De fato, convinha que a sabedoria de Deus, ao edificar a Igreja para ser o templo de sua morada, apresentasse Maria Santíssima como modelo de cumprimento da lei, de purificação da alma, de verdadeira humildade e sacrifício espiritual. Imita-a tu, ó alma infiel”

Texto extraído do livro “Imitação de Maria” (Ed Ave-maria)

 

23 de abril de 2016 at 5:54 Deixe um comentário

Santa Mãe de Deus, rogai por nós!

“Ir a Jesus por Maria é honrar a Jesus Cristo em verdade, já que assim afirmamos que não somos dignos, por nós mesmos, de nos aproximarmos diretamente de sua santidade infinita, devido ao grande número dos nossos pecados; testemunhamos, por isso, que temos necessidade de Maria, sua santa Mãe, qual advogada nossa e medianeira junto d’Ele, nosso Mediador. É, ainda, ir até junto de Cristo e d’Ele nos aproximarmos, na qualidade de medianeiro e nosso irmão, e prostrar-se diante d’Ele, reconhecendo-O como nosso Deus e nosso Juiz”.

Do livro “O Segredo de Maria”, de São Luís de Montfort.

25 de fevereiro de 2016 at 5:59 Deixe um comentário

Maria, Medianeira de todas as Graças

O culto à intercessão de Maria e à sua função de mediadora e distribuidora de graças redentoras nasceu no século IV. Podemos afirmar que todas as graças que pedimos chegam até nós pela mediação de Maria. Daí o título de Mãe da Igreja, proclamado por Paulo VI em 1964.

É muito generalizada, entre os católicos, a crença no poder intercessor de Maria. Mediante Ela, as petições dos homens sobem da terra ao céu, e por Ela desce à terra tudo o que lhe é outorgado no céu. A mediadora das graças fala ao seu Divino Filho numa linguagem clara, precisa, directa, para apresentar-lhe os pedidos e desejos que os seus filhos da terra elevam, sem cessar, através das orações, ao longo dos séculos, em todas as latitudes, raças e línguas.

O Evangelho apresenta-a como a mediadora que obtém do seu Filho o primeiro milagre público: a conversão da água em vinho, nas bodas de Caná. É a intermediária entre Jesus e São João Batista, santificado antes de nascer. E enquanto a Virgem orava no cenáculo, desceu sobre ela e os apóstolos o Espírito Santo.

É na Ave-Maria onde melhor lhe expressamos a nossa devoção: “Rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte”.

Fonte: Evangelho Quotidiano

17 de janeiro de 2016 at 5:26 Deixe um comentário

Posts antigos


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 214 outros seguidores

Categorias