Archive for fevereiro, 2011

Ângelus do Papa Bento XVI sobre a Divina Providência

Caros irmãos e irmãs,

Na liturgia de hoje, ecoa umas das palavras mais tocantes da Sagrada Escritura. O Espirito Santo nos doou mediante a escrita do, por assim dizer, “segundo Isaías’, o qual para consolar Jerusalém das suas derrotas, assim se exprime: “Pode uma mulher esquecer-se da sua própria criança ao ponto de não comover-se pelo filho das suas entranhas? Mas se até esta se esquecesse, Eu não te esqueceria jamais” (Is 49,15). Este convite à confiança no incondicional amor de Deus vem próximo à pagina, de forma sugestiva, do Evangelho de Mateus, no qual Jesus exorta os seus discípulos a confiar na providencia do Pai celeste, o qual nutre os pássaros do céu e veste os lírios do campo e, além disso, conhece a nossa necessidade (cf. Mt 6,24-34). Mateus se exprime desta forma: “Não vos preocupeis, pois, dizendo: “ O que comeremos? O que beberemos? O que vestiremos? De todas estas coisas vão à procura os pagãos. O vosso Pai celeste, de fato, sabe que haveis necessidade”.

Defronte à situação de tantas pessoas próximas ou distantes que vivem na miséria, este discurso de Jesus poderia parecer pouco realístico, se não evasivo. Na realidade, o Senhor quer nos fazer entender com clareza que não se pode servir a dois senhores: Deus e a riqueza. Quem acredita em Deus, Pai cheio de amor pelos seus filhos, coloca em primeiro lugar a procura pelo Reino, pela Sua vontade. E isto é exatamente o contrário de um ingênuo conformismo. A fé na providencia, de fato, não dispensa a fadigosa luta por uma vida digna, mas liberta da ansiedade pelas coisas e do medo do amanhã. É claro que este ensinamento de Jesus, mesmo permanecendo sempre verdadeiro e válido para todos, é praticado em modos diversos pelas diversas vocações: um frei franciscano poderá segui-lo em maneira mais radical, enquanto que um pai de família deverá dar conta dos próprios deveres em relação a mulher e aos filhos. Em todo caso, entretanto, o cristão se distingue pela absoluta confiança no Pai celeste, como fez Jesus. É justamente a relação com Deus Pai que dá sentido à toda a vida de Cristo, aàs suas palavras, aos seus gestos de salvação, até a sua paixão, morte e ressurreição. Jesus nos demonstrou o que significa viver com os pés bem plantados na terra, atentos às concretas situações do próximo e ao mesmo tempo conservando sempre o coração no céu e mergulhado na misericórdia de Deus.

Caros amigos, à luz da Palavra de Deus deste domingo vos convido a invocar a Virgem maria com o título de Mãe da Divina Providencia. À ela confiamos a nossa vida, o caminho da Igreja, os acontecimentos da historia. Em particular, invocamos a sua intercessão a fim que todos aprendamos a viver segundo um estilo mais simples e sóbrio, na cotidiana atividade e no respeito para com a criação que Deus confiou aos nossos cuidados.

28 de fevereiro de 2011 at 12:45 Deixe um comentário

A Santíssima Trindade

Oi, crianças!

Já falamos do amor de Jesus pelas crianças.

Jesus é Deus.

Já falamos do Pai.

Que criou tudo e cuida de tudo.

E vimos que o Pai também é Deus.

Já falamos do Espírito Santo.

Que Ele está em nosso coração desde o nosso batismo.

O Espírito Santo também é Deus.

É um mistério?

Sim. É um mistério que vem do Céu.

É chamado: “O Mistério da Santíssima Trindade”.

Não é difícil se entendemos com o coração.

A explicação é essa: só tem Um Deus.

Mas em Três pessoas: o Pai, o Filho Jesus, e o Espírito Santo.

Jane Amábile

25 de fevereiro de 2011 at 12:04 Deixe um comentário

Papa aos jovens: “Estudem o Catecismo com paixão e perseverança!”

Bento XVI acredita que jovens não são superficiais, mas querem saber de que consiste verdadeiramente a vida.

“Convido-vos: estudai o catecismo! Esse é o meu desejo, de coração. […] Estudai o catecismo com paixão e perseverança! Sacrificai o vosso tempo para isso! Estudai-o no silêncio do vosso quarto, leiai-o em duplas, se sois amigos, formais grupos e redes de estudo, trocai ideias pela Internet. Permanecei, de todos os modos, em diálogo sobre a vossa fé!”, exclama o Papa Bento XVI aos jovens.

O convite do Papa está no prefácio do catecismo para jovens Youcat (abreviatura de Youth Catechism – Catecismo Jovem). O material faz parte do kit peregrino e será distribuído a todos os participantes da Jornada Mundial da Juventude 2011, que acontece em Madri, capital espanhola, de 16 a 21 de agosto deste ano.

O Pontífice deixa claro que o subsídio ao catecismo não engana, pois recorda que o YouCat não oferece soluções fáceis: sempre exige uma mudança de vida.

“Tendes necessidade do auxílio divino, se a vossa fé não quer secar como uma gota de orvalho ao sol, se não desejais sucumbir às tentações do consumismo, se não desejais que o vosso amor se afogue na pornografia, se não desejais ignorar os fracos e as vítimas de abusos e violência”, destaca.

Bento XVI revela, mais uma vez, sua crença de que os jovens sempre buscam algo de grande e não são superficiais.

“Algumas pessoas dizem-me que o catecismo não interessa à juventude hodierna; mas eu não acredito nessa afirmação e estou seguro de que tenho razão. A juventude não é tão superficial como é acusada de ser; os jovens querem saber de que consiste verdadeiramente a vida. Um romance criminal é emocionante porque nos envolve no destino de outras pessoas, mas que poderia ser também o nosso; este livro é emocionante porque nos fala do nosso próprio destino e, por isso, está intimamente relacionado a cada um de nós”, defende.

O Bispo de Roma também dá um outro conselho: não se valer dos recentes casos de pecado no interior da comunidade dos fiéis como pretexto para fugir do olhar de Deus. “Vós mesmos sois o corpo de Cristo, a Igreja! Levai o fogo intacto do vosso amor nesta Igreja, toda a vez que os homens tiverem obscurecido o rosto”, pede.

Tradução para os jovens

O prefácio também faz uma retomada da experiência pessoal do Santo Padre como coordenador da equipe articulada para a redação do Catecismo da Igreja Católica (CIC). “Fiquei assustado com essa tarefa, e devo confessar que duvidei que algo de similar pudesse surgir. Como podia acontecer que autores espalhados por todo o mundo pudessem produzir um livro legível?”, revela.

Com o passar do tempo, percebeu-se que o texto sempre pedia novas “traduções” para os diferentes mundos, a fim de que pudesse chegar às pessoas com diferentes mentalidades e diferentes problemáticas.

“Nesse contexto, perguntamo-nos se não deveríamos buscar traduzir o Catecismo da Igreja Católica na língua dos jovens e fazer penetrar as suas palavras no mundo deles. Naturalmente, também entre os jovens de hoje há muitas diferenças; assim, sob a comprovada liderança do Arcebispo de Viena, Christoph Schönborn, formou-se um Youcat para os jovens. Espero que muitos jovens se deixem fascinar por este livro”, afirma Bento XVI.

O YouCat

O YouCat (abreviatura de Youth Catechism – Catecismo Jovem) foi pensado para adolescentes e jovens adultos. Trata-se de um livro com a explicação contemporânea da fé católica, preparado na Alemanha e prefaciado por Bento XVI.

Este catecismo contém perguntas e respostas, comentários, ilustrações e imagens, sumário de conceitos-chave, citações bíblicas e de santos e grandes mestres da fé católica. A estrutura é:

 – No que os católicos creem (doutrina)
 – Como os católicos celebram os mistérios da fé (sacramentos)
 – Como os católicos vivem (vida moral)
 – Como eles rezam (oração e espiritualidade)

O livro tem 300 páginas e será lançado em sete idiomas. A obra faz parte do kit peregrino, que será entregue a todos os participantes da JMJ. O kit também contém um Evangelho, o Livro do Peregrino (para seguir as cerimônias), o Guia da JMJ (com o programa, a agenda cultural, etc.), a camiseta da JMJ, um chapéu, um leque e um rosário.(canção nova-noticias)

23 de fevereiro de 2011 at 12:31 Deixe um comentário

Igreja celebra hoje Festa da Cátedra de São Pedro

A Liturgia latina celebra, neste dia 22 de fevereiro, a Festa da “Cátedra” de São Pedro. Trata-se de uma tradição muito antiga, testemunhada em Roma desde os finais do século IV, que dá graças a Deus pela missão confiada ao apóstolo Pedro e a seus sucessores. Na basílica de São Pedro, em Roma, encontra-se o monumento à “cátedra” do apóstolo, obra do escultor italiano Gian Lorenzo Bernini, executada em forma de grande trono de bronze, sustentada pelas estátuas de quatro doutores da Igreja, dois do Ocidente, Santo Agostinho e Santo Ambrósio, e dois do oriente, São João Crisóstomo e Santo Atanásio.

Mas por que é celebrada a “cátedra” de Pedro? A ela a tradição da Igreja atribui um forte significado espiritual e reconhece um sinal privilegiado do amor de Deus, Pastor bom e eterno, que quer reunir toda sua Igreja e guiá-la pelo caminho da salvação.

A “cátedra” literalmente quer dizer a sede fixa do bispo, localizada na Igreja mãe de uma diocese que, por este motivo, é chamada “catedral”. Ela simboliza a autoridade do bispo e, em particular, de seu “magistério”, ou seja, do ensinamento evangélico que ele, enquanto sucessor dos apóstolos, está chamado a transmitir à comunidade cristã.

Qual foi, então, a “cátedra” de São Pedro? Ele, escolhido por Cristo como “rocha” sobre a qual a Igreja seria edificada (cf. Mateus 6, 18), começou seu ministério em Jerusalém, depois da ascensão do Senhor e de Pentecostes. A primeira “sede” da Igreja foi o Cenáculo, em Jerusalém. É provável que naquela sala, onde também Maria, a Mãe de Jesus, rezou junto aos discípulos, se reservasse um posto especial a Simão Pedro.

Em seguida, a sede de Pedro foi Antioquia, cidade situada no rio Oronte, na Síria, hoje Turquia. Naqueles tempos era a terceira cidade do Império Romano depois de Roma e de Alexandria do Egito. Daquela cidade, evangelizada por Barnabé e Paulo, onde “pela primeira vez os discípulos receberam o nome de “cristãos” (Atos 11, 26), Pedro foi o primeiro bispo da Igreja.

Depois, a Providência levou Pedro a Roma. Portanto, encontramo-nos com o caminho que vai de Jerusalém (Igreja nascente) a Antioquia (primeiro centro da Igreja, que agrupava pagãos) e também unida à Igreja proveniente dos judeus. Depois, Pedro dirigiu-se a Roma, centro do Império, onde concluiu com o martírio sua carreira ao serviço do Evangelho.

Por esse motivo, a sede de Roma, que havia recebido a maior honra, recebeu também a tarefa confiada por Cristo a Pedro: estar a serviço de todas as Igrejas particulares para a edificação e a unidade de todo o Povo de Deus. A sede de Roma, depois dessas migrações de São Pedro, foi reconhecida como a do sucessor de Pedro, e a “cátedra” de seu bispo representou a do apóstolo encarregado por Cristo de apascentar todo seu rebanho. A cátedra do bispo de Roma representa, portanto, não só seu serviço à comunidade romana, mas também sua missão de guia de todo o Povo de Deus. (canção nova-Padre Anderson Marçal)

 

22 de fevereiro de 2011 at 15:57 Deixe um comentário

Cristãos devem viver como filhos de Deus, diz Papa

 
Pontífice explica o que é a perfeição cristã

  A perfeição cristã é “viver com humildade como filhos de Deus, cumprindo concretamente sua vontade”, afirmou neste domingo Bento XVI, ao introduzir a oração do Angelus.

Assomando-se à janela de seu apartamento para rezar com os peregrinos na praça de São Pedro, o Papa quis comentar a passagem do Evangelho deste domingo: “Sede perfeitos como é perfeito o Pai que está no céu”.

“Mas quem poderia chegar a ser perfeito?”, perguntou. Citando São Cripriano, explicou que “à paternidade de Deus deve corresponder um comportamento de filhos de Deus, para que Deus seja glorificado e louvado pela boa conduta do homem”.

“Quem acolhe o Senhor em sua própria vida e o ama com todo o coração é capaz de um novo início. Consegue cumprir a vontade de Deus: realizar uma nova forma de existência animada pelo amor e destinada à eternidade”, disse.

“Se formos verdadeiramente conscientes desta realidade, e nossa vida for profundamente moldada por ela, então nosso testemunho converte-se em claro, eloquente e eficaz.”

“Quando todo o ser do homem, por assim dizer, se mesclou com o amor de Deus, então o esplendor de sua alma se reflete também no aspecto exterior”, disse, citando João Clímaco. 

“Grande coisa é o amor – prosseguiu o Papa, citando a Imitação de Cristo –, um bem que faz leve cada coisa pesada e suporta tranquilamente toda coisa difícil. O amor aspira a subir ao alto, sem ser barrado por nada terreno. Nasce em Deus e só em Deus pode encontrar repouso”.(zenit.org).

21 de fevereiro de 2011 at 23:23 Deixe um comentário

Jesus Cristo



21 de fevereiro de 2011 at 11:18 Deixe um comentário

NOVENA A São Rafael Arcanjo

LER TOBIAS 9, 1-7

  Ó Deus, que em sua inefável bondade tem enviado o abençoado Rafael como condutor e guia de Vossos devotos em sua jornada, nós humildemente imploramos a Vós que nós possamos ser conduzidos por ele no caminho de nossa salvação e experimentar sua ajuda na cura das moléstias de nossa alma. Tudo através de Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.

 ORAÇÃO PARA TODOS OS DIAS

Oh! Glorioso Arcanjo São Rafael, que estais presente ante o trono do Altíssimo. Eu, vosso indigno devoto, me humilho em vossa presença. Conhecendo por uma parte minha indignidade, e por outra vossa ardente caridade, vos suplico do íntimo do coração, que digneis escutar os meus humildes rogos e apresente-os ante o Senhor para obter por vossa mediação os favores que solicito nesta novena. Mas se minha súplica não há de contribuir para maior glória de Deus e salvação da minha alma, rogo-vos, oh! Meu Celestial protetor, mostrai a graça que me há de conduzir com mais segurança à eterna salvação. Não olheis tanto para os meus desejos, quanto ao bem de minha alma. Cheio de inteira confiança em Vós; espero alcançar o que solicito pelos méritos de Nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina com o Pai e o Espírito Santo pelos séculos dos séculos. Amém.

Pedir as graças que se desejam.

 INVOCAÇÃO

Oh! Glorioso Arcanjo São Rafael, lembra-te de seus devotos, em todas as partes e sempre peça por nós, ao Filho de Deus.

(Rezar nove vezes Glória ao pai, em honra dos nove coros angélicos).

Ladainha a São Rafael

Senhor tenha piedade de nós
Cristo tenha piedade de nós
Cristo, graciosamente nos escutai,
Deus Pai,
Tende piedade de nós,
Senhor tenha piedade de nós,
Deus Filho, redentor do mundo,
Tenha piedade de nós,
Deus Espirito Santo,
Tenha piedade de nós,
Santa Trindade e Um só Deus,
Tenha piedade de nós
Santa Maria, rainha dos anjos ,rogai por nós.
São Rafael, rogai por nós
São Rafael, cheio da misericórdia de Deus, rogai por nós
São Rafael, perfeito adorador do Divino Mestre, rogai por nós
São Rafael, terror dos demônios, rogai por nós
São Rafael, exterminador dos vícios, rogai por nós
São Rafael, saúde dos doentes, rogai por nós
São Rafael, refugio em nossas necessidades, rogai por nós
São Rafael, consolador dos prisioneiros, rogai por nós
São Rafael, alegria dos tristes, rogai por nós
São Rafael, cheio de zelo para a salvação de nossas almas,
rogai por nós
São Rafael, cujo nome significa cura, rogai por nós
São Rafael, amante da castidade rogai por nós
São Rafael, acoite dos demônios
rogai por nós
São Rafael, nosso protetor na peste, na fome, na guerra
rogai por nós
São Rafael, anjo da paz e da prosperidade
rogai por nós
São Rafael, repleto da graça da cura,
rogai por nós
São Rafael, guia seguro no caminho da virtude e santificação,
rogai por nós
São Rafael, socorro de todos que imploram a sua ajuda
rogai por nós
São Rafael, que guiou e consolou Tobias em sua jornada,
rogai por nós
São Rafael, aquele que as Escrituras saúdam, como “Rafael o santo anjo
do Senhor foi enviado para curar”,
rogai por nós
São Rafael, nosso advogado,
Nos salve,
Cordeiro de Deus que tirastes os pecados do mundo,
Tenha piedade de nós,
Cristo, escutai nossas preces
Tenha misericórdia de nós.
São Rafael, rogai por nós a Nosso Senhor Jesus Cristo ,
Agora e na hora de nossa morte. Amem

 ORAÇÃO FINAL

Glorioso Arcanjo São Rafael, celeste mensageiro destinado por Deus para nos servir de guia na peregrinação desta vida, para nos defender contra as ciladas do demônio e para curar as enfermidades da nossa alma e do nosso corpo. Nós invocamos vossa poderosa intercessão, seguros de que alcançareis por nós e nossas famílias aquelas graças singulares que dispensastes na santa casa de Tobias.

Bem sabeis piedoso Arcanjo, que nossa viagem do tempo à eternidade, está cercada de perigos, e que o demônio, como leão rugindo, nos persegue para causar profundas feridas em nossas almas, até apagar nelas, se for possível, a luz salvadora da fé. Vinde, pois, em nosso auxílio, e dignais ser nosso inseparável companheiro. Dirigi nossos passos ao caminho dos mandamentos divinos fazendo que nossos olhos estejam sempre abertos ao sol da verdade; procurando os remédios mais eficazes para curar e encher de fervor nosso espírito. Ensina-nos, oh! Poderoso arcanjo, a vencer a Satanás com as armas poderosas da oração, da vigilância e da mortificação dos nossos sentidos.

Consolide em nossas famílias o reinado da fé, a prática constante da piedade, o espírito de união e o exercício da santa caridade em favor dos pobres e dos nossos queridos mortos, a fim de que eles recebam do céu abundantes bênçãos que, por mediação vossa derramou Deus sobre o lar de Tobias.

Não nos abandoneis, pois, oh! Santo Arcanjo! Vigiai sempre ao nosso lado para que nossos passos sejam sustentados por vós, todas as vezes que sintamos desfalecidos na penosa e difícil jornada da vida. Nosso Senhor, Deus Todo-poderoso, que estais nos céus, e que é também o vosso, nos há confiado a vossa terna solicitude para que seja nosso guia neste desterro, nosso consultor nas dúvidas e nosso médico nas enfermidades. Coroais vossa obra de amigo fiel e condutor seguro, acompanhando nossas almas até as deixar nos braços de seu criador para amar-lhe e bendizer-lhe com vós eternamente. Assim seja.

Bendito e adorado seja o Santíssimo Sacramento do Altar e a Puríssima e Imaculada Conceição de Maria Santíssima, Senhora Nossa, concebida sem mancha de pecado original desde o primeiro instante de seu ser natural. Amém.

20 de fevereiro de 2011 at 11:03 21 comentários

Posts antigos


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 198 outros seguidores

Categorias