Posts filed under ‘Orações diversas’

Oração – do Beato John Henry Newman –

“Meu Senhor Jesus, Tu cujo amor por mim foi suficientemente grande para Te fazer descer do céu para me salvar, querido Senhor, mostra-me o meu pecado, mostra-me a minha indignidade, ensina-me a arrepender-me sinceramente, perdoa-me na Tua misericórdia. Peço-Te, meu querido Salvador, que tomes posse da minha pessoa. Só o Teu perdão o pode fazer; não posso salvar-me sozinho; não sou capaz de recuperar o que perdi. Sem Ti, não posso voltar-me para Ti, nem agradar-Te. Se apenas contar com as minhas forças, irei de mal a pior, vou fraquejar completamente, vou endurecer por negligência. Farei de mim o centro de mim próprio, em vez de o fazer de Ti. Adorarei qualquer ídolo moldado por mim, em vez de Te adorar a Ti, o único verdadeiro Deus, o meu Criador, se não mo impedires com a Tua graça. Oh meu querido Senhor, escuta-me! Já vivi o suficiente neste estado: a pairar, indeciso e medíocre; quero ser o Teu fiel servidor, não quero pecar mais. Sê misericordioso para comigo, faz com que me seja possível, pela Tua graça, tornar-me naquilo que sei que devia ser”.

19 de agosto de 2017 at 5:52 Deixe um comentário

Oração do Papa na solenidade da Assunção- Pelos povos que sofrem

 

2017-08-17 L’Osservatore Romano

O Papa Francisco confiou a Maria «as ansiedades e as dores das populações que em tantas partes do mundo sofrem por causa de calamidades naturais, de tensões sociais ou de conflitos». Fê-lo no final do Angelus da solenidade da Assunção, recitado com os fiéis na praça de São Pedro na manhã de 15 de agosto. Dirigindo-se a «Maria Rainha da paz, que hoje contemplamos na glória do Paraíso», o Pontífice manifestou a esperança de que a Virgem «obtenha para todos consolação e um futuro de serenidade e de concórdia».

Precedentemente, falando do episódio evangélico da visita a Isabel, o Papa recordou que Deus faz «grandes coisas» com as pessoas humildes, «porque a humildade é como um vazio que deixa espaço a Deus». O humilde, explicou, «é poderoso porque é humilde: não porque é forte». E exortou a um exame de consciência a partir desta pergunta: «Como está a minha humildade?». Sobre este aspeto, Francisco já tinha convidado a refletir num tweet lançado no account @Pontifex em 13 de agosto — «Em Maria vemos que a humildade não é uma virtude dos fracos mas dos fortes, que não maltratam os outros para se sentir importantes» — depois seguido pelo tweet mariano de 15 de agosto: «A Assunção de Maria diz respeito ao nosso futuro: leva-nos a olhar para o céu, anuncia os novos céus e a nova terra, com a vitória de Cristo».

O Papa dedicou o Angelus de 13 de agosto ao episódio evangélico de Jesus que caminha sobre as águas. Para Francisco, o barco dos discípulos à mercê da tempestade é «a vida de cada um de nós mas também a vida da Igreja»; e «o vento contrário representa as dificuldades e as provações». Nesta situação, o clamor de Pedro, «Senhor, salva-me!» evoca o «nosso desejo de sentir a proximidade do Senhor, mas também o medo e a angústia que acompanham os momentos mais difíceis da nossa vida e das nossas comunidades».

Como a Pedro, que vacilou diante da mão estendida de Jesus, também aos homens de hoje pode acontecer que não se segurem na palavra do Senhor. E assim, observou o Pontífice, «para ter mais segurança consultamos horóscopos e cartomantes»; mas deste modo acabamos por «afundar». Ao contrário, «a fé oferece-nos a segurança» de uma Presença que «nos impele a superar os temporais existenciais» para «nos ajudar a enfrentar as dificuldades». É o que acontece com a Igreja, «barca que, ao longo da travessia, deve enfrentar até ventos contrários e tempestades, que ameaçam virá-la». E «o que a salva — frisou Francisco — não são a coragem e as qualidades dos seus homens: a garantia contra o naufrágio é a fé em Cristo e na sua palavra».

Angelus do Papa

18 de agosto de 2017 at 5:39 Deixe um comentário

Feliz Dias dos Pais

Que São José interceda pelos pais do mundo inteiro! Amém.

13 de agosto de 2017 at 11:27 Deixe um comentário

Oração a Santa Clara

IMG_20170731_204132

Clara, santa cheia de claridade,
Irmã de São Francisco de Assis,
Intercede pelos teus devotos
Que querem ser puros e transparentes.
Teu nome e teu ser
Exalam o perfume das coisas inteiras
E o frescor do que é novo e renovado.
Clareia os caminhos tortuosos
Daqueles que se embrenham
Na noite do próprio egoísmo
E nas trevas do isolamento.
Clara, irmã de São Francisco,
Coloca em nossos corações
A paixão pela simplicidade,
A sede pela pobreza,
A ânsia pela contemplação.
Te suplico, Irmã Lua,
Que junto ao Sol de Assis
No mesmo céu refulge,
Alcança-nos a graça que,
Confiantes vos pedimos.
Santa Clara, ilumina os passos
Daqueles que buscam a claridade!
Amém!

Fonte: Site dos Franciscanos

11 de agosto de 2017 at 5:54 Deixe um comentário

Oração a São Domingos de Gusmão

Ó Pai, pela vossa misericórdia, São Domingos de Gusmão anunciou as insondáveis riquezas de Cristo. Concedei-nos, por sua intercessão, crescer no vosso conhecimento e viver na vossa presença segundo o Evangelho, frutificando em boas obras. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Fonte: Site do Santuário de Aparecida

8 de agosto de 2017 at 5:06 Deixe um comentário

Terço das Mãos Ensanguentadas de Jesus

Resultado de imagem para imagem das mãos ensanguentadas de Jesus

Oração das Mãos Ensanguentadas:

Jesus coloca tuas mãos benditas ensanguentadas, chagadas e abertas sobre mim neste momento sinto-me completamente sem forças para prosseguir carregando as minhas cruzes. Eu preciso que a força e o poder de tuas mãos, que suportaram a mais profunda dor ao serem mão-de-cristo pregadas na cruz, reergam-se e curem-se agora. Jesus não peço somente por mim, mas também por todos aqueles que mais amo. Nós precisamos desesperadamente de cura física e espiritual através do toque consolador de tuas mãos ensanguentadas e infinitamente poderosas. Eu reconheço, apesar de toda a minha limitação em da infinidade dos meus pecados, que és Deus, onipotente e todo-poderoso para agir e realizar o impossível. Com fé e total confiança posso cantar: “Mãos ensanguentadas de Jesus, mãos feridas lá na cruz! (bis).Vem tocar em mim, vem, senhor Jesus, vem tocar em mim, vem Senhor Jesus!”

Reza-se um Pai Nosso, Uma Ave-Maria e o Creio.

Em cada dezena reza-se:

Primeira dezena: Na conta grande – Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo.Nas contas pequenas – Jesus, pelas chagas da sua cabeça liberte ( põe a pessoa ou a intenção).

Segunda dezena: Na conta grande – Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo.Nas contas pequenas – Jesus, pela chaga do seu coração liberte ( põe a pessoa ou a intenção).

Terceira Dezena: Na conta grande – Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo.Nas contas pequenas – Jesus, pelas chagas das suas mãos liberte (põe a pessoa ou a intenção).

Quarta Dezena: Na conta grande – Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo.Nas contas pequenas – Jesus, pelas chagas dos seus pés liberte ( põe a pessoa ou a intenção).

Quinta Dezena: Na conta grande – Chagas abertas, coração ferido, o sangue de Cristo está entre (põe-se a intenção) e o perigo.Nas contas pequenas – Jesus, por todas as chagas do seu corpo liberte (põe a pessoa ou a intenção).

Oremos: faça os seus pedidos de orações clicando em comentários.

Jesus, o Senhor tomou sobre si as nossas dores e enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos, pelo seu sangue redentor, liberta-nos do peso da angústia, das dívidas, do desemprego, brigas, discórdias, desamor, medo, falta de perdão, intrigas, maldades desunião, inveja, ciúme, divisão, e reaviva em nós o dom da fé, da esperança e da caridade. Amém.

Fonte:  Site Via Lumina

7 de agosto de 2017 at 16:09 Deixe um comentário

O amor de Deus – Oração de São João Maria Vianney

Eu Vos amo, meu Deus, e o meu único desejo é amar-Vos até o último suspiro da minha vida.

Eu Vos amo, Deus infinitamente amável, e prefiro  morrer amando-Vos a viver um só instante sem Vos amar.

Eu Vos amo, Senhor, e a única graça que Vos peço é a de amar-Vos eternamente.

Eu Vos amo, meu Deus, e não desejo o Céu senão para ter a felicidade de Vos amar perfeitamente.

Eu Vos amo, meu Deus infinitamente bom, e não compreendo o inferno senão porque lá não haverá nunca a consolação de Vos amar.

Meu Deus, se a minha língua não Vos pode dizer a todo o momento que Vos amo, quero que o meu coração Vo-lo repita cada vez que respiro.

Meu Deus, concedei-me a graça de sofrer amando-Vos, e de Vos amar sofrendo.

Eu Vos amo, meu divino Salvador, porque fostes crucificado por mim e porque me tendes aqui em baixo crucificado por Vós.

Meu Deus, concedei-me a graça de morrer amando-Vos e de saber que Vos amo.

Meu Deus, à medida que me aproximo do meu fim, concedei-me a graça de aumentar e aperfeiçoar o meu amor.

Amém.

4 de agosto de 2017 at 5:19 Deixe um comentário

Posts antigos


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 202 outros seguidores

Categorias