Posts tagged ‘sacramento do Batismo’

O Sacramento do Batismo

Resultado de imagem para imagem de batizado para catequese
Oi Crianças,
Quando bem pequenos,
Nossos pais nos levam à Igreja,
Para recebermos o primeiro sacramento: o Batismo.
A partir do Batismo, poderemos receber, depois de instruídos e preparados,
Outros sacramentos, como: a Crisma, a Penitência, a Eucaristia.
Há ainda o sacramento do Matrimônio, a Unção dos Enfermos,
E também o sacramento da Ordem (para os que se tornarão sacerdotes).
Ao todo a Igreja Católica tem sete sacramentos.
No Batismo, recebemos o dom do Espírito Santo,
Que vai nos guiar pelo Caminho de Jesus Cristo, Verdade e Vida.
Pelo Batismo, podemos ser chamados filhos de Deus Pai,
Irmãos de Jesus, nosso Senhor e Salvador.

E somos batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo: a Santíssima Trindade.

O significado do Batismo é que:

Mergulhamos na morte de Jesus Cristo,

E ressuscitamos com Ele para uma vida nova.

E assim somos purificados

Do pecado original (de Adão e Eva).

No rito do Batismo há água, óleo,

Vela acesa, sal, roupa branca,

Padrinho e madrinha.

No Batismo recebemos a luz da fé,
Que vai crescendo,

Com a nossa participação na Missa,

Na catequese,

Nos encontros da comunidade,

No recebimento dos outros sacramentos,

Na leitura e reflexão da Bíblia,

Na devoção a Nossa Senhora e aos Santos…

9 de janeiro de 2019 at 5:37 Deixe um comentário

Padre Renato: Sacramento do Batismo, fonte e origem de toda santidade

BatismoBatismo

O Batismo, grande inserção do humano no coração de Deus, nos ajuda a entender que a santidade deveria ser o nosso maior projeto de vida.

Padre Renato dos Santos – SDB – Cidade do Vaticano

Quando pensamos na natureza mais profunda do Sacramento do Batismo, entendemos que este Sacramento nos lança em direção à santidade, já que Batismo é um vital e alegre mergulho na santidade de Deus. Assim sendo, o Batismo se torna a fonte primeira da nossa vida em Deus e do nosso crescimento na santidade. Melhor dizendo, santidade é a consequência alta do nosso Batismo.

É no Batismo que encontramos a nossa vocação à santidade. Afirma o Papa Francisco: “Deixa que a graça do teu Batismo frutifique num caminho de santidade. Deixa que tudo esteja aberto a Deus e, para isso, opta por Ele, escolhe Deus sem cessar. Não desanimes, porque tens a força do Espírito Santo para tornar possível a santidade e, no fundo, esta é o fruto do Espírito Santo na tua vida (cf. Gal 5, 22-23).(GE 15)

Ouça a meditação

Santidade: um grande não à vida medíocre…

O Batismo, grande inserção do humano no coração de Deus, nos ajuda a entender que a santidade deveria ser o nosso maior projeto de vida. Projeto diz de planificação, de metas, de construção, de fundamentos sólidos… Uma vida vivida sem projetos bem idealizados e fundamentados em alicerces seguros, se transforma em vida medíocre. Na Exortação Apostólica encontramos: “O Senhor… Quer que sejamos santos e espera que não nos resignemos com uma vida medíocre, superficial e indecisa”.(GE 1) Não é uma vida medíocre,  absolutamente, que Deus pensou para nós.

Deus distribui os talentos para a edificação das pessoas. Para Deus, todos somos extraordinários, todos temos luz própria. Portanto, o contrário de uma vida medíocre, superficial e indecisa é uma vida posta a serviço da vida. O próprio Papa diz: “Cada cristão, quanto mais se santifica, tanto mais fecundo se torna para o mundo”. (GE 31) Assim sendo, a nossa grandiosidade de batizados está, justamente, na decisão convicta de que podemos e devemos ser instrumentos úteis nas mãos de Deus para a transformação das realidades onde nos encontramos.  Escreve o Papa: “Faz-se discernimento, não para descobrir que mais proveito podemos tirar desta vida, mas para reconhecer como podemos cumprir melhor a missão que nos foi confiada no Batismo, e isto implica estar disposto a fazer renúncias até dar tudo”.( GE 174)

A humanidade anda sedenta de alegria e felicidade…

Na diversidade das realidades sociais nem sempre positivas, com tanta aridez espiritual, onde as pessoas andam sedentas de alegria e felicidade, a construção da santidade, seja ela pessoal, familiar, ou, comunitária, torna-se um projeto de vida insubstituível e intransferível. Nesta perspectiva a santidade deveria ser o nosso ideal maior. Afinal, o projeto primeiro no percurso da nossa vivência de filhos e filhas deste Deus que é santo, está o convite explicito à santidade: “Sede santos, assim como vosso Pai celeste é santo”. (Mt 5,48) 

Optar por construir um caminho de santidade é a certeza de sermos, efetivamente,  alegres e felizes. Longe da fonte da graça, isto é, longe de Deus, a alegria e a felicidade não serão possíveis, jamais. Só um projeto bem definido de santidade nos levará às verdadeiras alegrias. Encontramos na Exortação: “Deste modo, sob o impulso da graça divina, com muitos gestos vamos construindo aquela figura de santidade que Deus quis para nós: não como seres autossuficientes, mas «como bons administradores das várias graças de Deus» (1 Ped 4, 10)”. (GE 18)

Estamos usufruindo as graças do Batismo para crescer na santidade?

Em nosso projeto de santidade, temos colocado a vida a serviço da vida?

Na próxima semana continuaremos a reflexão sobre a Exortação Apostólica Gaudete et Exultate.

29 de julho de 2018 at 5:35 Deixe um comentário

Ninguém se salva sozinho – o Papa Francisco na audiência geral desenvolveu a dimensão comunitária do Batismo

 

2014-01-15 Rádio Vaticana

Na passada quarta-feira começamos um breve ciclo de catequeses sobre os Sacramentos, iniciando pelo Batismo. E sobre o Batismo gostaria de dar a minha atenção também hoje, para sublinhar um fruto muito importante deste Sacramento: esse faz-nos tornar membros do Corpo de Cristo e do Povo de Deus.” O Batismo faz de nós membros do Corpo de Cristo e do Povo de Deus – afirmou o Papa Francisco. Como de geração em geração se transmite a vida, também de geração em geração, através da fonte batismal, se transmite a graça e, com esta graça, o Povo cristão caminha no tempo como um rio que irriga a terra e espalha pelo mundo a Bênção de Deus – concretizou o Santo Padre que lançou neste momento uma afirmação clara de que sozinhos não nos podemos salvar: “Ninguém se salva sozinho. Somos comunidade de crentes e, na comunidade, experimentamos a beleza de partilhar a experiência de um amor que precede a todos nós, mas, ao mesmo tempo, pede para sermos, uns para os outros, “canais” da graça, apesar das nossas limitações e pecados. A dimensão comunitária não é uma espécie de moldura, mas parte integrante da vida cristã, do testemunho e da evangelização.“ E neste momento da sua catequese o Santo Padre recordou o caso histórico da comunidade cristã no Japão: “A propósito da importância do Batismo para o Povo de Deus, é exemplar a história da comunidade cristã no Japão: no início do século dezassete, abateu-se sobre ela a perseguição, houve numerosos mártires, os membros do clero foram expulsos e milhares de fiéis assassinados, vendo-se então privada de sacerdotes e forçada a viver na clandestinidade. E quando nascia uma criança o pai ou a mãe batizavam-na porque todos podemos batizar.” “Quando dois séculos e meio depois, os missionários voltaram a gozar de liberdade, aquela Igreja local apareceu formada por milhares de cristãos; eles tinham mantido, mesmo em segredo, um forte espírito comunitário, porque o batismo lhes tinha feito um só corpo em Cristo.” “Podemos aprender tanto com esta história.” No final da audiência o Papa Francisco saudou também os peregrinos de língua portuguesa: “Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua portuguesa, presentes nesta Audiência, especialmente aos grupos vindos do Brasil. Queridos amigos, todos os batizados estão chamados a ser discípulos missionários, vivendo e transmitindo a comunhão com Deus. Em todas as circunstâncias, procurai oferecer um testemunho alegre da vossa fé. Que Deus vos abençoe!” “O Papa Francisco a todos deu a sua bênção.” (RS)

15 de janeiro de 2014 at 10:39 Deixe um comentário


Arquivos

ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 326 outros seguidores

Categorias