Em Memória de Jesus Cristo – Reflexão do Cardeal Odilo Pedro Scherer

18 de abril de 2019 at 5:35 Deixe um comentário

Imagem relacionada
Hoje recordamos a instituição da
Eucaristia, do sacerdócio e, de
certa forma, da própria Igreja.
Assim, iniciamos o solene Tríduo
de paixão, morte e ressurreição
de Jesus Cristo. Convido todos à
participação completa nas celebrações do sagrado Tríduo Pascal:
sexta-feira santa, Sábado santo
com a Vigília Pascal e Domingo de
Páscoa da Ressurreição. Dediquemos esses dias a Deus e às celebrações da nossa fé.
Na última ceia, ao instituir a Eucaristia, Jesus recomendou aos
apóstolos: “fazei isto em memória de mim todas as vezes que o
fizerdes” (1Cor.11,25; Lc 22,19).
Jesus referia-se à celebração da
Eucaristia, como nova ceia pascal realizada em memória de sua
paixão, morte e ressurreição gloriosa.
O Sacramento da Eucaristia está,
portanto, no centro das ações
da Igreja, reunida em nome dele
e encarregada de manter viva a
“memória de Jesus” até o fim dos
tempos. Quando celebramos a
Missa, não somente recordamos
os gestos e palavras de Jesus na
última ceia, mas recordamos o
próprio Jesus, o grande “mistério” de sua pessoa, sua missão
salvadora, sua pregação, seus
exemplos, a sua vida entregue
sobre a cruz por amor à humanidade, sua morte e ressurreição
gloriosa. Recordamos tudo isso
como realidade perenemente
presente e nos encontramos com
Ele e Ele conosco.
Por isso, a celebração da Eucaristia é a ação mais importante da
Igreja, pois ela anuncia e proclama com fé e gratidão a obra salvadora de Jesus e a esperança de
eternidade que anima o caminhar
da Igreja através dos tempos,
“até que Ele venha”. A Igreja faz
a Eucaristia; mas, na verdade, é
a Eucaristia que faz a Igreja, pois
é ação do próprio Senhor Jesus
Cristo, que preside a Igreja na
pessoa dos seus Ministros ordenados. Eles são servidores do sacerdócio único e eterno de Jesus
e recebem dele a força do Espírito Santo, que dá força e eficácia à
sua ação sacramental. Eucaristia
e sacerdócio estão estreitamente
implicados e unidos.
Por isso, hoje agradecemos especialmente pelos sacerdotes que
presidem a Eucaristia em nossas
igrejas e com nossas comunidades. Não podem faltar sacerdotes
na Igreja, pois viria a faltar a celebração da Eucaristia. Rezemos,
pois, com fé pelos nossos sacerdotes e pelas vocações sacerdotais. Que Deus chame a muitos
adolescentes e jovens de nossas
paróquias para o sacerdócio; e
que esses saibam acolher a vocação sacerdotal com fé e generosidade.
Cardeal Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo

Anúncios

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Bênção dos Santos Óleos e Renovação das Promessas Sacerdotais Audiência: a oração ao Senhor nos salva dos nossos “Getsêmanis” pessoais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 314 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: