Trigésimo Terceiro Domingo do Tempo Comum – O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão – São Marcos 13, 24-32 – Dia 18 de Novembro de 2018

12 de novembro de 2018 at 5:49 Deixe um comentário

“24.Naqueles dias, depois dessa tribulação, o sol se escurecerá, a lua não dará o seu resplendor; 25.cairão os astros do céu e as forças que estão no céu serão abaladas. 26.Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória. 27.Ele enviará os anjos, e reunirá os seus escolhidos dos quatro ventos, desde a extremidade da terra até a extremidade do céu. 28.Compreendei por uma comparação tirada da figueira. Quando os seus ramos vão ficando tenros e brotam as folhas, sabeis que está perto o verão. 29.Assim também quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o Filho do homem está próximo, às portas. 30.Em verdade vos digo: não passará esta geração sem que tudo isto aconteça. 31.Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. 32.A respeito, porém, daquele dia ou daquela hora, ninguém o sabe, nem os anjos do céu nem mesmo o Filho, mas somente o Pai.”

Fonte: Bíblia Ave Maria

 

 

“Participar da Eucaristia significa nos dispormos a perceber os sinais do Reino entre nós. É preciso estar sempre alertas para não sermos surpreendidos pelas tribulações. Vamos celebrar o Senhor, nosso refúgio, que se revela na assembleia reunida e nos acontecimentos cotidianos. Neste dia mundial dos pobres, clamemos a ajuda de Deus para sabermos defender a dignidade dos seus filhos e filhas desvalidos”. (Liturgia Diária)

O Padre Roger Araújo explicou: “O Senhor virá para libertar e salvar aqueles que sãos Seus. Ele virá para dar o “não” definitivo ao mal e para destruir toda a iniquidade que possa existir entre nós. Por isso, é mais do que justo desejarmos que o Senhor venha. Vivamos a nossa vida, trabalhemos honestamente, corramos ao encontro daquilo que Deus nos prometeu. Mas que Ele, no Seu tempo, manifeste a Sua glória e que sejamos movidos pela esperança de que, um dia, o Senhor virá definitivamente reinar sobre o Céu e sobre a Terra, para estabelecer o Seu Reino glorioso no meio de nós”.
“A parábola da figueira é um alerta para a realidade do Reino de Deus que esta sempre se aproximando. O Reino de Deus nada mais é que a justiça que anuncia e denuncia, provocando transformações em todos os níveis de relações humanas. O Reino se aproxima e torna-se presente, sempre que a justiça triunfa, criando relações determinadas pelo espirito de partilha e fraternidade, levando todos a usufruírem a liberdade e a vida”. (Dia a Dia – Ed. Paulus)
O Padre Roger Araújo disse assim: “O céu e a terra passarão, mas a Palavra de Deus jamais passará! Tudo que nós vemos em nossa frente, você pode ter certeza de que um dia irá desaparecer, é tudo muito finito, limitado, tem tempo de duração, de validade. Mas a Palavra de Deus, não! Ela é eterna! É por isso que essa Palavra eterna alimenta a nossa vida e nos dá a convicção de que vamos nos apegar, nos entreter e nos ater àquilo que é eterno”.
“Jesus avisa: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão”. A presença e a incidência das comunidades cristas no mundo são testemunho de que as palavras de Jesus continuam validas e atuais”. (Dia a Dia – Ed. Paulus)

Conclusão:

O Padre Guido Mottinelli disse assim:  “O final do ano litúrgico se aproxima e o discurso de Jesus adquire caráter escatológico. Além da vigilância e da prudencia é necessário saber que “a respeito daquele dia ou daquela hora, ninguém o sabe, nem os anjos do céu, nem mesmo o Filho, mas somente o Pai”. Isso significa que devemos estar sempre bem preparados, com a consciência tranquila e serena, sabendo que a morte não poupa ninguém e não olha para o lugar que ocupamos na sociedade. Podemos ser pessoas de destaque, como também as mais humildes. O que vale é estar sempre bem com Deus”.

Oração:

“Ó Deus, Jesus nos ensinou a rezar pela vinda do vosso Reino. Tornai-nos vigilantes e atentos aos sinais de sua presença entre nós, para que sempre Ele nos encontre fazendo a vossa vontade. Por Cristo, nosso Senhor”. (Liturgia Diária)

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Mostra internacional “100 Presépios” passa a ser realizada no Vaticano Frases sobre Desapego

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Arquivos

ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 323 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: