Décimo Sexto Domingo do Tempo Comum – A Parábola do Joio e do Trigo – São Mateus 13, 24 – 43 – Dia 23 de julho de 2017

17 de julho de 2017 at 5:30 Deixe um comentário

Resultado de imagem para imagem do joio e do trigo - em site católico

“24.Jesus propôs-lhes outra parábola: O Reino dos céus é semelhante a um homem que tinha semeado boa semente em seu campo. 25.Na hora, porém, em que os homens repousavam, veio o seu inimigo, semeou joio no meio do trigo e partiu. 26.O trigo cresceu e deu fruto, mas apareceu também o joio. 27.Os servidores do pai de família vieram e disseram-lhe: – Senhor, não semeaste bom trigo em teu campo? Donde vem, pois, o joio? 28.Disse-lhes ele: – Foi um inimigo que fez isto! Replicaram-lhe: – Queres que vamos e o arranquemos? 29.- Não, disse ele; arrancando o joio, arriscais a tirar também o trigo. 30.Deixai-os crescer juntos até a colheita. No tempo da colheita, direi aos ceifadores: arrancai primeiro o joio e atai-o em feixes para o queimar. Recolhei depois o trigo no meu celeiro. 31.Em seguida, propôs-lhes outra parábola: O Reino dos céus é comparado a um grão de mostarda que um homem toma e semeia em seu campo. 32.É esta a menor de todas as sementes, mas, quando cresce, torna-se um arbusto maior que todas as hortaliças, de sorte que os pássaros vêm aninhar-se em seus ramos. 33.Disse-lhes, por fim, esta outra parábola. O Reino dos céus é comparado ao fermento que uma mulher toma e mistura em três medidas de farinha e que faz fermentar toda a massa. 34.Tudo isto disse Jesus à multidão em forma de parábola. De outro modo não lhe falava, 35.para que se cumprisse a profecia: Abrirei a boca para ensinar em parábolas; revelarei coisas ocultas desde a criação (Sl 77,2). 36.Então despediu a multidão. Em seguida, entrou de novo na casa e seus discípulos agruparam-se ao redor dele para perguntar-lhe: Explica-nos a parábola do joio no campo. 37.Jesus respondeu: O que semeia a boa semente é o Filho do Homem. 38.O campo é o mundo. A boa semente são os filhos do Reino. O joio são os filhos do Maligno. 39.O inimigo, que o semeia, é o demônio. A colheita é o fim do mundo. Os ceifadores são os anjos. 40.E assim como se recolhe o joio para jogá-lo no fogo, assim será no fim do mundo. 41.O Filho do Homem enviará seus anjos, que retirarão de seu Reino todos os escândalos e todos os que fazem o mal 42.e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes. 43.Então, no Reino de seu Pai, os justos resplandecerão como o sol. Aquele que tem ouvidos, ouça.”

“Fonte e ápice da vida cristã, a Eucaristia nos proporciona a experiência da bondade e fidelidade de Deus. O Senhor, paciente e misericordioso, vem em nosso auxílio com seu Espírito, para que o joio semeado em nosso meio não nos desanime do anúncio do seu reino. Celebremos dando graças ao Senhor, porque Ele é bom, clemente e fiel”. (Liturgia Diária)

A Parábola do Joio e do Trigo

O Papa Francisco disse assim: “Sabemos que o demônio é um espalhador de cizânia: sempre em busca de dividir as pessoas, as famílias, as nações e os povos… O mal existente no mundo não vem de Deus, mas de seu inimigo, o maligno. Ele vai à noite semear a cizânia, na escuridão, na confusão, onde não há luz. Este inimigo é astuto: semeou o mal em meio ao bem, tornando impossível aos homens separá-los claramente; mas Deus, pode fazê-lo”. (07\09\16)

“A parábola do joio e do trigo exige paciência e não precipitação nos julgamentos. Somente na colheita é possível fazer a distinção entre um e outro”. (Liturgia Diária)

Santo Agostinho observa que «muitos, primeiro são joio e depois tornam-se trigo bom. Se eles, quando são malvados, não fossem tolerados com paciência, não chegariam à mudança louvável»

“Considera agora o zelo dos servos. Eles querem arrancar o joio de imediato; apesar da sua irreflexão, tal prova a sua solicitude para com a semente. Uma coisa procuram apenas: não vingar-se de quem semeou o joio, mas salvar a colheita; eis porque procuram como dissipar por completo o mal “.  (São João Crisóstomo)

Cônego Celso Pedro da Silva explicou: ” O joio é muito parecido com o trigo. Sua farinha, misturada com a boa farinha de trigo, causa mal-estar estomacal e provoca enjoo. A parábola fala de uma terra boa e de boa semente, tudo bom para uma boa colheita, mas com um resultado surpreendente. Ao se formarem as espigas, o joio aparece com o trigo. O que aconteceu? Foi um inimigo, responde o proprietário”…Que cresçam juntos e na colheita se separem. Enquanto não chega a colheita, que é o fim dos tempos, temos que aprender a conviver com amor e atenção redobrada”.

A Parábola do Grão de Mostarda

O Papa Francisco explicou que Jesus “utiliza a imagem do grão de mostarda. Apesar de ser a mais pequenina de todas as sementes, está cheia de vida e cresce até se tornar «a planta mais frondosa do horto» (Mc 4, 32). É assim o Reino de Deus: uma realidade humanamente pequena e de aparência irrelevante. Para fazer parte dele é preciso ser pobre de coração; não confiar nas próprias capacidades, mas no poder do amor de Deus; não agir para ser importante aos olhos do mundo, mas precioso aos olhos de Deus, que tem predileção pelos simples e humildes”. (14 de Junho de 2015)

“A Parábola da semente mostra que são significativos todos os nossos pequenos gestos de bondade”. (Liturgia Diária)

A Parábola do Fermento 

O Papa Francisco ensinou: “O Reino de Deus cresce com a docilidade à força do Espírito Santo. A farinha deixa de ser farinha e se torna pão, porque é dócil à força do fermento, e o fermento se deixa amassar com a farinha… não sei, a farinha não tem sentimentos, mas deste deixar-se amassar se pode pensar que há algum sofrimento ali, não? E depois, se deixa assar. Mas, também o Reino… mas o Reino cresce assim, e ao final é alimento para todos”. (25/10/2016)

“O fermento, desaparecendo na massa, é como o bem que fazemos; invisível e sem alarde, tem o poder de transformar realidades”. (Liturgia Diária)

“A Parábola da semente de mostarda e a do fermento vêm nos confortar. Importante é fazer o bem; não se pode inutilizar a semente nem deixar o fermento estragar”. (Dia a Dia- Ed. Paulus)

 

Então, no Reino de seu Pai, os justos resplandecerão como o sol. Aquele que tem ouvidos, ouça.

O Papa Emérito Bento XVI disse que “O tema contido no Evangelho deste domingo é precisamente o Reino dos céus. O «céu» não deve ser entendido unicamente no sentido da altura que nos ultrapassa, porque tal espaço infinito possui também a forma da interioridade do homem. Jesus compara o Reino dos céus com um campo de trigo, para nos levar a compreender que dentro de nós foi semeado algo de pequeno e escondido que, no entanto, possui uma força vital insuprimível. Não obstante todos os obstáculos, a semente desenvolver-se-á e o fruto amadurecerá. Este fruto só será bom, se o terreno da vida for cultivado em conformidade com a vontade divina”.  (14\07\11)

Conclusão:

“Jesus nos ensina a ser pacientes e perseverantes na construção do Reino. Ele continua a ensinar em parábolas, estabelecendo comparações com o reino de Deus, reino que vai germinando, crescendo e fermentando as relações humanas. A parábola do joio e do trigo exige paciência e não precipitação nos julgamentos. Somente na colheita é possível fazer a distinção entre um e outro. A Parábola da semente mostra que são significativos todos os nossos pequenos gestos  de bondade. O fermento, desaparecendo na massa, é como o bem que fazemos: invisível e sem alarde, tem o poder de transformar realidades”. (Liturgia Diária)

Oração:

Do Papa Francisco: ” A vitória do Senhor é certa: o seu amor fará germinar e crescer todas as sementes de bem presentes na terra. Isto abre-nos à confiança e à esperança, não obstante os dramas, as injustiças, os sofrimentos que encontramos. A semente do bem e da paz germina e desenvolve-se, porque o amor misericordioso de Deus a faz amadurecer. A Virgem Santa, que acolheu como «terra fecunda» a semente da Palavra divina, nos ampare nesta esperança que nunca nos desilude”.

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

Anúncios

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Laudato Si – Trecho da Encíclica do Papa Francisco para os irmãos de língua italiana Perseverar na Fé

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 199 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: