A Igreja existe para anunciar o Evangelho

2 de junho de 2017 at 5:36 Deixe um comentário

2017-05-28 Rádio Vaticana

Domingo 28 de Maio. Sol brilhante em Roma. Uma grande multidão reuniu-se na Praça de São Pedro para recitar, ao meio dia, a oração do Regina Coeli com o Santo Padre. Antes porém, Francisco fez uma reflexão sobre o significado cristão deste domingo que, em Itália e vários outros países, é dedicado à Ascensão de Jesus ao Céu, 40 dias depois da Páscoa.

O Papa partiu da página bíblica que encerra o Evangelho de São Mateus para descrever a cena da despedida de Jesus dos seus discípulos.

Tudo se passa na Galileia, onde Jesus os tinha convidado a segui-Lo e a formar o primeiro núcleo da sua nova comunidade. Depois de ter passado através do “fogo” da paixão e da ressurreição, os discípulos ao ver Jesus prostram-se perante Ele, embora alguns tivessem ainda dúvidas – disse o Papa que acrescentou:

É a essa comunidade temerosa que Jesus deixa a imensa tarefa de evangelizar o mundo; e concretiza este encargo com a ordem de ensinar e baptizar em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo” .

A Ascensão de Jesus ao Céu – explicou o Papa – constitui, portanto, o fim da missão que o Filho recebera do Pai e o início da continuação dessa missão pela Igreja. A partir desse momento a missão de Jesus na terra é mediada por aqueles que acreditam n’Ele e O anunciam aos outros. É uma missão que durará até ao fim dos tempos como disse o próprio Jesus.

É uma presença que traz fortaleza, conforto, apoio nas situações em que o anúncio do Evangelho comporta dificuldades. A Ascensão recorda precisamente esta assistência de Jesus e do seu Espírito que dão confiança e segurança ao nosso testemunho cristão no mundo. Rerevela-nos porque é que a Igreja existe:

A Igreja existe para anunciar o Evangelho! Só para isto. E a alegria da Igreja é anunciar o Evangelho. A Igreja somos todos nós baptizados. Hoje somos convidados a compreender melhor que Deus nos deu a grande dignidade e responsabilidade de O anunciar ao mundo, de O tornar acessível à humanidade. Esta é a nossa dignidade, este é a maior honra de cada um de nós, de todos os baptizados!

O Papa convidou a reforçarmos, com os olhos elevados ao Céu nesta festa da Ascensão, os nossos passos na terra para continuar com entusiasmo e coragem o nosso caminho, a nossa missão de dar testemunho e de viver o Evangelho no nosso meio ambiente. Advertiu, porém, a termos a consciência de que tudo isso não depende em primeiro lugar das nossas forças, capacidade organizativa e recursos humanos, mas sim da luz do Espirito Santo…

Somente com a luz e a força do Espirito Santo é que podemos desempenhar eficazmente a nossa missão de dar a conhecer e fazer experimentar cada vez mais aos outros o amor e a ternura de Deus.”

Francisco concluiu pedindo a Nossa Senhora para nos ajudar a contemplar os bens do Céu, que o Senhor nos promete e a tornarmo-nos testemunhos cada vez mais credíveis da sua Ressurreição, da verdadeira Vida.

Anúncios

Entry filed under: Santo Padre. Tags: .

O envio do Espírito Santo – comentário de Santo Irineu Renovação Carismática: celebrar com o Papa os 50 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 202 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: