Sexto Domingo da Páscoa – Não vos deixarei órfãos – São João 14, 15 – 21 – Dia 21 de maio de 2017

15 de maio de 2017 at 5:12 Deixe um comentário

“15.Se me amais, guardareis os meus mandamentos. 16.E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco. 17.É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós. 18.Não vos deixarei órfãos. Voltarei a vós. 19.Ainda um pouco de tempo e o mundo já não me verá. Vós, porém, me tornareis a ver, porque eu vivo e vós vivereis. 20.Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim e eu em vós. 21.Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é que me ama. E aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e manifestar-me-ei a ele.”

 

“Jesus nos garante sua presença por meio do Espírito Santo, nosso defensor e revelador da verdade do Pai. Somos a assembleia reunida – sinal real da presença de Cristo – que testemunha a atuação permanente do Espírito na vida da comunidade e da sociedade. A Páscoa de Jesus se manifesta nas pessoas e comunidades que vivem o amor, guardando os mandamentos”. (Liturgia Diária)

Se me amais, guardareis os meus mandamentos

O Papa Emérito Bento XVI disse: “Acabamos de escutar as palavras de Jesus: «Se me amais, guardareis meus mandamentos; e eu pedirei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que esteja convosco para sempre, o Espírito da verdade» (João 14, 15-17 a). Com estas palavras, Jesus revela o profundo laço que existe entre a fé e a profissão da Verdade Divina, entre a fé e a entrega a Jesus Cristo no amor, entre a fé e a prática de uma vida inspirada nos mandamentos. Estas três dimensões da fé são fruto da ação do Espírito Santo. Esta ação manifesta-se como força interior que põe em harmonia os corações dos discípulos com o Coração de Cristo e os faz capazes de amar os irmãos como Ele os amou”.   (26\05\06)

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco.

O Professor Felipe Aquino explicou: “Na santa Ceia, na despedida, Jesus prometeu enviar o Paráclito, o Espírito da Verdade, para conduzir a Igreja sempre à verdade…Este Paráclito veio em Pentecostes para assistir e guiar a Igreja e ficar “eternamente convosco”. Por isso a Igreja nunca errou o caminho da verdade que salva (CIC §851)”.

“O Antigo Testamento manifestou o Pai de forma clara, de forma obscura o Filho. O Novo Testamento revelou o Filho e insinuou a divindade do Espírito. Hoje o Espírito vive entre nós, e dá-Se a conhecer mais claramente”. (São Gregório de Nazianzo)

Não vos deixarei órfãos. Voltarei a vós.

“O evangelista S. João evoca a terna solicitude com que o Mestre prepara os Apóstolos para a sua partida. Quanta tristeza em seus olhos: « Por vos ter dito estas coisas, encheu-se o vosso coração de tristeza » (Jo 16, 6). Mas Jesus tranquiliza-os: « Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós » (Jo 14, 18). O mistério da Páscoa arrebatá-Lo-á da sua vista, mas Ele estará mais presente que nunca em suas vidas, e isto « todos os dias, até ao fim do mundo » (Mt 28, 20).” (São João Paulo II)

O Papa Francisco disse assim: “Jesus fez-nos uma grande promessa: «Não vos deixarei órfãos!» ( Jo 14, 18), porque Ele é o caminho a percorrer, o Mestre que devemos ouvir, a esperança que não desilude. Como podemos deixar de sentir o arder o nosso coração e dizer a todos, de modo especial aos jovens: «Tu não és órfão! Jesus Cristo revelou-nos que Deus é Pai e quer ajudar-te, porque te ama”.(16\06\14)

Conclusão:

O Papa Francisco concluiu: “A liturgia convida-nos a abrir a nossa mente e o nosso coração ao dom do Espírito Santo, que Jesus prometeu muitas vezes aos seus discípulos, a primeira e principal dádiva que Ele nos concedeu mediante a sua Ressurreição. Este dom foi implorado ao Pai pelo próprio Jesus, como testemunha o Evangelho hodierno, ambientado na última Ceia”.  (15\05\16)

Oração:

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra.
Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo,
fazei que apreciemos retamente todas as coisas e gozemos sempre da sua consolação.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

Anúncios

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Papa Francisco no Twitter Frases sobre Nossa Senhora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 221 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: