Solenidade de Todos os Santos e Santas -As Bem – Aventuranças – São Mateus 5, 1-12 -Dia 06 de novembro de 2016

1 de novembro de 2016 at 5:53 Deixe um comentário

Resultado de imagem para imagem das bem-aventuranças em site católico

1. Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele.

2. Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo:

3. Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus!

4. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados!

5. Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra!

6. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados!

7. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia!

8. Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus!

9. Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus!

10. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus!

11. Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim.

12. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

“Alegremo-nos no Senhor, celebrando a festa de Todos os Santos e Santas, reunidos dentre todos os povos e nações. Filhos e filhas de Deus, vocacionados à santidade, somos convidados a dar testemunho de Jesus, a exemplo de tantos que nos precederam nesse caminho. Vivendo as bem-aventuranças, formamos comunhão com a multidão dos que já foram glorificados em Cristo”. (Liturgia Diária)

“Bem-aventurados…” São as palavras do “sermão da montanha”, com as quais Jesus quis delinear a essência da sua mensagem. Houve alguém que as qualificou como a “magna carta” do Reino de Cristo. São palavras revolucionárias, porque propõem uma inversão radical dos “valores”, em que se inspira a mentalidade corrente: a dos tempos de Jesus não menos que a dos nossos tempos”. (São João Paulo II)

Bem-aventurados os que tem um coração de pobre…:  “Ainda nesta vida os pobres gozam de um paraíso antecipado. “Pobres de espírito” quer dizer: Não só são pobres das coisas da terra, mas também não as cobiçam. Vivem contentes, possuindo o que lhes basta para se alimentar e se vestir”. (Santo Afonso de Ligório)

Bem-aventurados os que choram…: “Felizes os que choram, porque serão consolados.» Não os que choram a perda do que lhes é querido, mas os que choram os seus pecados, se lavam das suas faltas com lágrimas e, certamente, aqueles que choram a iniquidade deste mundo, ou deploram as faltas dos outros”. (São Cromácio de Aquileia)

Bem-aventurados os mansos…: O Papa Francisco disse assim: “Jesus diz de si mesmo: Aprendam de mim que sou manso e humilde de coração. A mansidão é uma maneira de ser que nos aproxima muito de Jesus. Ao invés, o comportamento contrário sempre procura as inimizades, as guerras, tantas coisas ruins que acontecem. Mas a mansidão, a mansidão de coração que não é tolice. É outra coisa. É a profundidade em entender a grandeza de Deus, e adoração”. (06/06/2016)

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça: O Papa Francisco também explicou: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados”. “Aqueles que têm um forte sentido de justiça, e não somente para com os outros, mas antes de tudo com si mesmo, estes serão saciados, porque estão prontos para acolher a justiça maior, aquela que só Deus pode dar”. (02\11\2015)

Bem-aventurados os misericordiosos…: O Papa Francisco ensinou: “Ser perfeito significa ser misericordioso como Deus, que durante a história da salvação não fez outra coisa que não fosse revelar o seu amor infinito pela humanidade, culminando na entrega total de Cristo na Cruz. Essa perfeição no amor não se mede na quantidade, mas no compromisso dos discípulos em se tornarem sinais, canais, testemunhas da misericórdia de Deus”. (21\09\16)

Bem-aventurados os puros de coração…: “Repara no que diz o Evangelho: «Felizes os puros de coração, porque verão a Deus.» Age de forma a que O vejas. Comparando com as realidades materiais, como poderás contemplar o sol nascente se os teus olhos estiverem doentes? Se os teus olhos estiverem sãos, essa luz será para ti um prazer; se estiverem doentes, será um suplício. Naturalmente que não te será permitido ver com um coração impuro o que só se pode ver com um coração puro. Serás afastado, desviado; não verás” (Santo Agostinho).

Bem-aventurados os pacíficos…: O Papa Francisco ensinou também:Aqueles que a cada dia, com paciência, buscam semear a paz, estes são artesãos da paz, de reconciliação. Estes são bem-aventurados, porque são verdadeiros filhos de nosso Pai do Céu, que semeia sempre e somente a paz, que mandou seu filho ao mundo como semente de paz para a humanidade”. ( 02/11/2015

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça: “Quem crê em tudo (o que Jesus disse), aceita como felicidade a graça de Deus o ser pobre, o estar doente, o ser mortificado, desprezado e maltratado e desprezado pelos homens”. (Santo Afonso de Ligório)

Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem…: “A nossa alegria é fruto desta certeza:  quanto mais unido a Cristo, mais o mundo me há de odiar, pois Cristo não é do mundo e, unindo-me a Ele, também não o sou”. (Com. Canção Nova)

Conclusão:

Com as palavras do Papa Francisco: “Esta é a lei nova, esta que nós chamamos ‘as bem-aventuranças’. É a nova lei do Senhor para nós. São o guia da rota, do itinerário, são a bússola da vida cristã. Neste caminho, segundo as indicações deste ‘GPS’, podemos prosseguir na nossa vida cristã”. (06/06/2016)

Oração:

Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Festejamos hoje a cidade do céu, a Jerusalém do alto, nossa mãe, onde nossos irmãos, os santos, vos cercam e cantam eternamente o vosso louvor. Para essa cidade caminhamos pressurosos, peregrinando na penumbra da fé. Contemplamos alegres, na vossa luz, tantos membros da Igreja que nos dais como exemplo e intercessão. Enquanto esperamos a glória eterna, com os anjos e todos os santos, proclamamos vossa bondade, cantando (dizendo) a uma só voz…”  (Prefácio da Missa de Todos os Santos e Santas)

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

Anúncios

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Todos-os-Santos Comemoração de todos os Fiéis Defuntos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 198 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: