Décimo Segundo Domingo do Tempo Comum – E vós, quem dizeis que Eu sou? – São Lucas 9, 18-24 – Dia 19 de junho de 2016

13 de junho de 2016 at 5:39 Deixe um comentário

18.Num dia em que ele estava a orar a sós com os discípulos, perguntou-lhes: Quem dizem que eu sou?

19.Responderam-lhe: Uns dizem que és João Batista; outros, Elias; outros pensam que ressuscitou algum dos antigos profetas.

20.Perguntou-lhes, então: E vós, quem dizeis que eu sou? Pedro respondeu: O Cristo de Deus.

21.Ordenou-lhes energicamente que não o dissessem a ninguém.

22.Ele acrescentou: É necessário que o Filho do Homem padeça muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas. É necessário que seja levado à morte e que ressuscite ao terceiro dia.

23.Em seguida, dirigiu-se a todos: Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me.

24.Porque, quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem sacrificar a sua vida por amor de mim, salvá-la-á.

Num dia em que ele estava a orar a sós com os discípulos, perguntou-lhes: Quem dizem que eu sou? Responderam-lhe: Uns dizem que és João Batista; outros, Elias; outros pensam que ressuscitou algum dos antigos profetas. Perguntou-lhes, então: E vós, quem dizeis que eu sou? Pedro respondeu: O Cristo de Deus. Ordenou-lhes energicamente que não o dissessem a ninguém.

O Papa Francisco resumiu assim o Evangelho:  “O Evangelho de Lucas narra de que modo o Senhor «põe à prova os seus discípulos». Fá-lo depois de ter regressado de um lugar solitário onde se tinha retirado em oração. Apresenta-se a eles e pergunta: «Quem dizem as multidões que Eu sou?»… E eis que o Senhor apresenta a questão diretamente a eles: «Mas vós, quem dizeis que Eu sou?». Pedro responde em nome de todos: «O Cristo de Deus. Esta é a tua identidade!». Mas também nesta ocasião Jesus «lhes ordenou severamente que não o revelassem a ninguém”. (24\09\14)

“A pergunta brota do próprio coração de Jesus. Aquele que abre o próprio coração, quer que a pessoa que está à Sua frente não responda apenas com a mente. A pergunta proveniente do coração de Jesus deve tocar os nossos corações! Quem sou Eu para vós? O que represento Eu para vós? Conheceis-Me verdadeiramente? Sois as Minhas testemunhas? Amais-Me?”. (São Joao Paulo II)

Ele acrescentou: É necessário que o Filho do Homem padeça muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas. É necessário que seja levado à morte e que ressuscite ao terceiro dia.

“Pois um só Cordeiro morreu por todos, recuperando para Deus Pai todos os rebanhos que vivem na terra. «Um só morreu por todos» para a todos submeter a Deus; «um só morreu por todos» para ganhar a todos, para que, desde então, todos «os que vivem, não vivam mais para si mesmos, mas para Aquele que por eles morreu e ressuscitou» (2Co 5,14-15)”. (São Cirilo de Alexandria)

“O tempo favorável  à terra já voltou; felizes, contemplamos o dia salvador, no qual o mundo, salvo no sangue do Cordeiro, já brilha em meio às trevas com brilho verdadeiro. A morte mata a morte, da culpa nos redime; a força do vencido, vencendo, apaga o crime. É esta a nossa espera, é este o nosso gozo: também ressurgiremos, com Cristo glorioso”. (Liturgia das Horas)

Em seguida, dirigiu-se a todos: Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me. Porque, quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem sacrificar a sua vida por amor de mim, salvá-la-á.

“A profissão de fé em Cristo chama ao seguimento de Cristo. A justa profissão de fé deve ser acompanhada de uma justa conduta de vida… Desde o início Jesus jamais ocultou aos Seus discípulos esta verdade exigente. De fato, Pedro havia acabado de pronunciar uma extraordinária profissão de fé e, imediatamente, ele e os outros discípulos ouvem de Jesus aquilo que o Mestre espera deles: «Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, dia após dia, e siga-Me» (Lc 9, 23). Assim como foi no início, assim continua a ser agora: Jesus não procura pessoas que só O aclamem. Ele procura pessoas que O sigam. (São João Paulo II)

“Quando o Senhor nos diz no evangelho: «Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo», achamos que Ele nos manda fazer uma coisa difícil, e consideramos que nos impõe um fardo pesado. Mas se Aquele que manda nos ajudar a realizar aquilo que manda, deixa de ser difícil cumpri-lo”. (São Cesário de Arles)

Conclusão:
Com as palavras do Papa Francisco: “Acreditar na Cruz de Jesus significa O seguir no Seu caminho. Dessa maneira, inclusive os cristãos colaboram com a Sua obra de salvação, aceitando com Ele o sacrifício, o sofrimento, como também a morte pelo amor de Deus e dos irmãos”.

Oração:

Da Beata Madre Teresa de Calcutá: “Senhor, que a tua crucifixão e ressurreição nos ensinem a enfrentar as lutas da vida quotidiana e a sofrer aí a angústia da morte, para que vivamos em maior e mais criativa plenitude. Com humildade e paciência aceitaste os reveses da vida humana, como os sofrimentos da tua crucifixão. Ajuda-nos a aceitar as dificuldades e as lutas de cada dia como ocasiões para crescermos e para nos tornarmos semelhantes a Ti”.

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Santo António de Lisboa (ou Pádua) – 13 de junho Frases da Beata Elisabete da Trindade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 223 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: