Maio, mês dedicado a Maria e a oração do Santo Terço

8 de maio de 2014 at 8:24 Deixe um comentário

2014-05-02 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – O mês de maio é um mês especialmente dedicado a Maria e à oração do Santo Terço. Uma oração simples e profunda, nascida segundo a tradição no século XIII com os dominicanos e depois sempre promovida pelos Papas. Abaixo compartilhamos a reflexão do Cardeal Santos Abril y Castelló, arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maggiore,entrevistado pela Rádio Vaticano.
R: “O Terço, como é bem conhecido, é uma oração que medita os momentos mais importantes da vida do Senhor e da vida de Nossa Senhora. Portanto, tenhamos Maria como Mestra que nos acompanha no caminho para seguir o Senhor mais de perto”.
A dimensão mariana é muito presente também no Papa Francisco:R: “Sabemos que é um homem de uma devoção profunda a Maria e eu, quanto arcipreste da Basílica de Santa Maria Maggiore, quero acrescentar, que apenas eleito Papa, na mesma noite da eleição, quando estávamos jantando, logo me disse: “Quero fazer uma visita a Nossa Senhora amanhã, para colocar sobre a sua proteção todo o meu Pontificado”. E veio sete vezes a Santa Maria Maggiore e ele me diz sempre que vem com grande prazer porque encontra em Nossa Senhora a direção, a inspiração para todas as suas ações”.

A oração do Terço em família – dizia também Santo João Paulo II – ajuda a família a permanecer unida.
R: “Sabemos que é uma belíssima frase que encontrou tanto eco em alguns Papas e é verdade, porque encontrar uma família em que os pais e filhos são unidos na oração e rezam por tudo o que precisam, para aqueles da própria família e de outras famílias, isto serve para criar aquele ambiente de maior unidade entre os pais e filhos, e é uma maneira de crescer e fazer crescer esta família que tantas vezes é chamada “a igreja doméstica”: isso verdadeiramente constrói a Igreja”.

Que conselho daria a tantos que lutam para rezar o Terço, porque consideram uma oração repetitiva?
R: “Tem um conselho que me foi dado há tanto tempo e eu sigo freqüentemente. Para estarmos um pouco mais atento as meditações dos mistérios que se contemplam, acredito que seja útil poder colocar ao inicio de cada mistério que está para começar, uma intenção particular, e dizer: “Este mistério quero oferecer pelo meu pai, que pode ser que não esteja bem, por algum membro da família, por um dos filhos ou por outra intenção e não só”, alargando também o horizonte sobre toda a Igreja. Neste mistério queremos rezar especialmente pelo Santo padre, pelo seu projeto de reforma da Igreja, que verdadeiramente o Senhor o ajude”.
Acredito que seja uma maneira, colocando uma intenção, que não seja só a repetição mecânica, mas que seja uma oração por uma intenção particular eclesial e também familiar, que possa atrair um pouco a atenção para rezar com mais fervor.
(JO)

Entry filed under: Maria Santíssima. Tags: .

Nossa Senhora de Fátima Francisco: santos não são herois, mas humildes testemunhas de Cristo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 319 outros seguidores

Categorias


%d blogueiros gostam disto: