Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura -Solenidade da Ascensão do Senhor – São Marcos 16, 15-20

15 de maio de 2012 at 11:10 Deixe um comentário

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos15. e disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. 16. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. 17. Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas, 18. manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados. 19. Depois que o Senhor Jesus lhes falou, foi levado ao céu e está sentado à direita de Deus. 20. Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.

O Comentário litúrgico desse dia fala assim: Celebramos neste domingo a Ascensão do Senhor, sua volta para o convívio do Pai. Sentado à direita de Deus, Jesus continua olhando pela humanidade, a caminho para entrar também na glória. Nessa caminhada, a Igreja se dedica a comunicar Jesus ao mundo todo.

Versículos  de 15 a16: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado”.

É pelo poder do Espírito Santo que a Igreja prega o Evangelho de Jesus Cristo.O Beato João Paulo II disse: “A pregação do Evangelho, isto é, o dar testemunho de Cristo é dever de todas as pessoas batizadas no Espírito Santo. Antes da Sua partida, o Senhor Jesus sublinha exatamente este fato, ao ordenar aos Apóstolos que esperassem o cumprimento da promessa do Pai (At 1,5.8.)  A Igreja, só com a força do Espírito Santo; é que pode dar testemunho de Cristo”. 

O convite do Senhor para evangelizar

Deus nos chama a evangelizar – O Beato João Paulo II disse: “Todo o discípulo é chamado em primeira pessoa; nenhum discípulo pode eximir-se a dar a sua própria resposta. O convite do Senhor respeita sempre a liberdade dos chamados”.

Devemos abrir o nosso coração e nos preparar para responder afirmativamente ao chamado do Senhor. São Paulo disse assim: “Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho”!(1 Cor 9,16)

Levar o testemunho de Cristo ressuscitado ao mundo – O Papa Bento XVI disse:  “Esta é a missão inadiável de cada comunidade eclesial: receber de Deus e oferecer ao mundo Cristo ressuscitado, para que todas as situações de definhamento e morte se transformem, pelo Espírito, em ocasiões de crescimento e vida”.

O direito de ser evangelizado

Toda a pessoa tem o direito de conhecer a salvação que Jesus Cristo nos trouxe: O Beato João Paulo II disse: “Novos povos aparecem no cenário mundial e também eles têm o direito de receber o anúncio da salvação. O crescimento demográfico no sul e no oriente, em Países não cristãos, faz aumentar continuamente o número das pessoas que ignoram a redenção de Cristo”.

“Trata-se de um direito conferido pelo próprio Senhor a cada pessoa humana, pelo qual cada homem e cada mulher pode verdadeiramente dizer com São Paulo: Jesus Cristo «amou-me e entregou-se a si mesmo por mim» (Gal 2, 20). (Vaticano)

A Igreja tem a missão de anunciar a Boa Nova a todos

O Papa Bento XVI disse: “Meus irmãos e irmãs, é necessário que vos torneis comigo testemunhas da ressurreição de Jesus. Na realidade, se não fordes vós as suas testemunhas no próprio ambiente, quem o será em vosso lugar?  O cristão é, na Igreja e com a Igreja, um missionário de Cristo enviado ao mundo”.

A missão da Igreja “consiste em realizar o anúncio e a transmissão do Evangelho, que é «força salvadora de Deus para todo aquele que acredita» (Rm 1, 16) e que em última essência se identifica com o próprio Cristo (1 Cor 1, 24). Por isso, assim entendida, a evangelização tem como destinatária toda a humanidade”. (Vaticano)

Versículos de 17 a 18: “Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas, manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados”. 

Em Pentecostes o Senhor derramou o Espírito Santo, doador dos dons e carismas, para que a Igreja anuncie o Evangelho com milagres e prodígios.O anúncio do Evangelho tem um extraordinário poder de transformação no coração daquele que crê, quando acompanhado dos carismas do Espírito Santo, dons de línguas, cura, milagres, libertação do mal…Assim foi com as primeiras comunidades cristãs, assim é também hoje, com a nova efusão do Espírito Santo em toda a Igreja.

 A Palavra diz: “Assim Filipe desceu à cidade de Samaria, pregando-lhes Cristo. A multidão estava atenta ao que Filipe lhe dizia, escutando-o unanimemente e presenciando os prodígios que fazia. Pois os espíritos imundos de muitos possessos saíam, levantando grandes brados. Igualmente foram curados muitos paralíticos e coxos. Por esse motivo, naquela cidade reinava grande alegria”. (At 8, 5-8)

Os sacramentos da Igreja são sempre fontes inesgotáveis de milagres e prodígios na vida dos fiéis. Especialmente o milagre da conversão, da mudança de vida. Em todos os sacramentos há a presença e a ação transformadora da Santíssima Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

 “Imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados”

A Palavra diz: “Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá. Se ele cometeu pecados, ser-lhe-ão perdoados”. (Tg 5,14-15)

A força da oração da imposição das mãos – Não só os doentes, mas também aqueles que se colocam para servir nas pastorais, devem receber a oração de imposição das mãos para melhor cumprirem o chamamento de Deus.  O Papa Bento XVI  disse que o Espírito Santo é “o protagonista silencioso, presente na imposição das mãos para que os eleitos sejam transformados pela sua potência e santificados para enfrentar desafios práticos, os desafios pastorais”.

O Catecismo (1503-1505) ensina: “A compaixão de Jesus pelos doentes e as numerosas curas de enfermos são um claro sinal de que, com Ele, chegou o Reino de Deus e a vitória sobre o pecado, o sofrimento e a morte. Com a sua paixão e morte, Ele dá um novo sentido ao sofrimento, o qual, se unido ao seu, pode ser meio de purificação e de salvação para nós e para os outros”.

Versículo 19: “Depois que o Senhor Jesus lhes falou, foi levado ao céu e está sentado à direita de Deus”.

Jesus foi levado ao céu

O Catecismo (659) ensina: “O corpo de Cristo foi glorificado desde o momento da sua ressurreição, como o provam as propriedades novas e sobrenaturais de que, a partir de então, ele goza permanentemente. A última aparição de Jesus termina com a entrada irreversível da sua humanidade na glória divina, simbolizada pela nuvem e pelo céu, onde a partir de então, está sentado à direita de Deus”.

A Palavra diz: “Dizendo isso (Jesus) elevou-se da (terra) à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos. Enquanto o acompanhavam com seus olhares, vendo-o afastar-se para o céu, eis que lhes apareceram dois homens vestidos de branco, que lhes disseram: Homens da Galileia, por que ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que acaba de vos ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu”.(Atos 1, 9-11)

Jesus está sentado à direita do Pai

O Catecismo (664) diz:“Sentar-se à direita do Pai significa a inauguração do Reino messiânico, cumprimento da visão do profeta Daniel a respeito do Filho do Homem (Dn 7,14).A partir deste momento, os Apóstolos tornaram-se as testemunhas do Reino que não terá fim”.

A Palavra diz: “Olhando sempre a visão noturna, vi um ser, semelhante ao filho do homem, vir sobre as nuvens do céu: dirigiu-se para o lado do ancião, diante de quem foi conduzido. A ele foram dados império, glória e realeza, e todos os povos, todas as nações e os povos de todas as línguas serviram-no.  Seu domínio será eterno; nunca cessará e o seu reino jamais será destruído.”  (Dn 7, 13-14)

O Beato João Paulo II disse que “tudo o que o Filho é e realizou, foi aceito pelo Pai, que ofereceu estes dons ao mundo no próprio momento em que ressuscitou Jesus dos mortos e O sentou à sua mão direita, onde o pecado e a morte já não têm qualquer poder. Com o Sacrifício Pascal de Jesus, o Pai ofereceu irrevogavelmente reconciliação e vida em abundância ao mundo”.

O Senhor foi à frente nos preparar um lugar no céu

O Catecismo (661) ensina: “Abandonada às suas forças naturais, a humanidade não tem acesso à Casa do Pai, à vida e à felicidade de Deus. Só Cristo há de abrir ao homem este acesso: subindo aos céus, como nossa cabeça e primogênito, deu-nos a esperança de irmos um dia ao seu encontro, como membros do seu corpo”.

A Palavra diz: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito; pois vou preparar-vos um lugar. Depois de ir e vos preparar um lugar, voltarei e tomar-vos-ei comigo, para que, onde eu estou, também vós estejais”. (Jo 14, 2-3)

Versículo 20: “Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam”.

“São Paulo apresenta o seu anúncio do Evangelho como sendo caracterizado por sinais e prodígios realizados com o poder do Espírito: «não ousaria falar senão do que Cristo realizou por meu intermédio, para levar os gentios à obediência da fé, pela palavra e pela ação, pelo poder dos sinais e prodígios, pelo poder do Espírito» (Rom 15,18-19; cfr. 1 Tes 1,5; 1 Cor 2,4-5)(Vaticano)

A Palavra diz: “Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão. Dos outros ninguém ousava juntar-se a eles, mas o povo lhes tributava grandes louvores.  Cada vez mais aumentava a multidão dos homens e mulheres que acreditavam no Senhor”. (Atos 5, 12-14)

Anunciar a verdade

A verdade contida na Palavra: liberta, cura e salva. No discurso de Abertura da Conferência de Puebla, o Beato João Paulo II disse que “o Evangelho de que nos foi confiado o encargo é também palavra da verdade. Uma verdade que torna livres e que é a única coisa que dá a paz do coração, é aquilo que as pessoas vêm procurar quando nós lhes anunciamos a Boa Nova. Verdade sobre Deus, verdade sobre o homem e sobre o seu misterioso destino e verdade sobre o mundo …”

A Palavra diz: “E Jesus dizia aos judeus que nele creram: Se permanecerdes na minha palavra, sereis meus verdadeiros discípulos; conhecereis a verdade e a verdade vos livrará.” (Jo 8, 31-32)

O Papa Bento XVI disse: “A evangelização, que é sempre uma questão urgente, nestes tempos impulsiona a Igreja a operar com passos ainda mais largos pelos caminhos do mundo, para levar cada homem ao conhecimento de Cristo. Somente na Verdade, de fato, que é o próprio Cristo, a humanidade poderá descobrir o sentido da existência, encontrar a salvação e crescer na justiça e na paz”.

O Senhor cooperava com eles

“É o próprio Senhor Jesus Cristo que, presente na sua Igreja ( Mt 28, 20), precede a obra dos evangelizadores, a acompanha e a segue, fazendo frutificar o trabalho. Aquilo que aconteceu nas origens do cristianismo continua ao longo de toda a história.Também a primeira evangelização, segundo as indicações do Novo Testamento, era acompanhada de numerosas curas prodigiosas que corroboravam o poder do anúncio evangélico”. (Vaticano)

A Igreja recebe o mandato de Cristo para levar o Evangelho a toda parte, mas tendo a certeza de que Cristo ressuscitado será presença viva, através do seu Espírito,  em toda a ação evangelizadora. O Beato João Paulo II disse: “O mandato de evangelizar, que o Senhor ressuscitado deixou à sua Igreja, está acompanhado da certeza, baseada na sua promessa, de que Ele continua vivo e agindo entre nós: « Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo » (Mt 28, 20). Esta misteriosa presença de Cristo na sua Igreja constitui para ela uma garantia de sucesso no cumprimento da tarefa que lhe foi confiada”.

A Santa Missa nos abastece com a Palavra e com a Eucaristia para sermos testemunhas autênticas do amor de Cristo ressuscitado – O Papa Bento XVI disse:“Para isso, em cada celebração eucarística, ouviremos mais atentamente a Palavra de Cristo e saborearemos assiduamente o Pão da sua presença. Isto fará de nós testemunhas e, mais ainda, portadores de Jesus ressuscitado no mundo, levando-O para os diversos sectores da sociedade e quantos neles vivem e trabalham, irradiando aquela «vida em abundância» (Jo, 10, 10) que Ele nos ganhou com a sua cruz e ressurreição e que sacia os mais legítimos anseios do coração humano”.

Conclusão

Concluímos essa reflexão com as palavras:
Do Beato João Paulo II:  “Pregar o Evangelho quer dizer dar testemunho de Cristo: d’Aquele que passou fazendo o bem a todos, d’Aquele que foi crucificado pelos pecados do mundo, d’Aquele que ressuscitou e vive para sempre. A pregação do Evangelho, isto é, o dar testemunho de Cristo é dever de todas as pessoas batizadas no Espírito Santo”.


E do Papa Francisco: “A Igreja, quando busca Cristo, bate sempre à casa da Mãe e pede: “Mostrai-nos Jesus”. É de Maria que se aprende o verdadeiro discipulado. E, por isso, a Igreja sai em missão sempre na esteira de Maria”. (atualizado em 24 \ 07 \ 13)
Testemunho

Desde o seu início em Abril de 2010, o Blog “Ide e Anunciai” foi criado para atender, dentro de nossas humildes possibilidades, à ordem de Jesus: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15b). E também para dizer “sim” ao chamado do Papa Bento XVI para que os católicos utilizassem a internet para levar o anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo a todos os lugares possíveis desse planeta.

Através desse Blog, a mensagem de salvação de Jesus Cristo tem chegado a diversos países. Segundo as estatísticas do “Ide e Anunciai” no mês de Abril mais de 50 países visitaram o Blog. E tem chegado a 600  o número total de acessos diários no Blog.

Toda a honra, todo o louvor e toda a glória é para Vós, Senhor, que cumpre todas as suas promessas em nossa vida! E vos glorificamos especialmente através do versículo 20 do Evangelho de hoje: “Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam”.

Há outra reflexão no Blog postada em Junho de 2011, que também fala da Ascensão do Senhor tendo como base o Evangelho de Jesus Cristo, segundo São Mateus capítulo 28, versículos de 16 a 20. 

Oração

Oremos com o Salmo 97:  “Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele fez prodígios. Sua mão e seu santo braço lhe deram a vitória.O Senhor fez conhecer a sua salvação. Manifestou sua justiça à face dos povos. Lembrou-se de sua bondade e de sua fidelidade em favor da casa de Israel. Os confins da terra puderam ver a salvação de nosso Deus. Aclamai o Senhor, povos todos da terra; regozijai-vos, alegrai-vos e cantai.  Salmodiai ao Senhor com a cítara, ao som do saltério e com a lira.  Com a tuba e a trombeta elevai aclamações na presença do Senhor rei.  Estruja o mar e tudo o que contém, o globo inteiro e os que nele habitam.  Que os rios aplaudam, que as montanhas exultem em brados de alegria diante do Senhor que chega, porque ele vem para governar a terra. Ele governará a terra com justiça, e os povos com eqüidade”.

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

 

About these ads

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

Homilia Bento XVI – 6º Domingo da Páscoa – 13/05/2012- Visita Pastoral a Arezzo, La Verna e Sansepolcro São Pascoal Baylon – 17 de Maio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 104 outros seguidores

Categorias


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 104 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: