A Samaritana (São João 4, 5-42) – Reflexão

25 de março de 2011 at 8:50 Deixe um comentário

Podemos refletir o Evangelho de São João capítulo 4, versículos de 5 a 42, partindo de alguns pontos:

1-O encontro de Jesus com a Samaritana - Os Evangelhos narram muitos episódios de pessoas que tiveram suas vidas transformadas para sempre ao encontrar-se com Jesus Cristo. Ter um encontro pessoal com Cristo é ter sempre a certeza da cura, da libertação, da salvação, de uma vida nova. Com a Samaritana não foi diferente. O encontro com Jesus no Poço de Jacó mudou radicalmente a vida da Samaritana ( v.7).“Uma característica comum a todas estas narrações é a força transformadora que encerram e manifestam os encontros com Jesus, visto que desencadeiam um autêntico processo de conversão, comunhão e solidariedade. E um dos encontros mais significativos é o da Samaritana”, ensinou o Papa João Paulo II. “Tudo mudou para ela naquele dia, graças ao encontro com o Senhor Jesus, que a deixou abalada a ponto de abandonar a bilha de água e correr para contar às pessoas da aldeia: “Vinde ver um homem que me disse tudo quanto fiz. Não será Ele o Messias?” (v. 28-29), disse assim o Papa Bento XVI.

2- Jesus veio salvar a todos – Embora houvesse uma  rivalidade entre os samaritanos e os judeus por causa de suas convicções religiosas, por exemplo: os samaritanos adoravam a Deus no monte e os judeus no templo: “Nossos pais adoraram neste monte, mas vós dizeis que é em Jerusalém que se deve adorar” ( v. 20); Jesus não se deteve ante essas diferenças e  aproximou-se da Samaritana para oferecer-lhe uma vida nova, pela Água do Espírito.  Jesus é o Salvador de todos os povos. Ele morreu pelo pecado da humanidade inteira, não só por um único povo. Na Epístola a Timóteo, Paulo ensina que Deus ”deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem que se entregou como resgate por todos”.( 1, 4-6)

3-O Espírito Santo é a Água Viva que mata a nossa sede de Deus – Bento XVI diz: “Se há uma sede física indispensável para viver nesta terra, existe no homem também uma sede espiritual que só Deus pode satisfazer”. “Jesus provoca na Samaritana essa sede espiritual, pedindo a ela a água do Poço de Jacó: “Dá-me de beber”. (v.7) O Catecismo esclarece: “Jesus tem sede, seu pedido vem das profundezas do Deus que nos deseja”. “Deus tem sede de que nós tenhamos sede dele”. (2560 ) O Papa Bento XVI continua a nos ensinar: “Em cada pessoa há uma necessidade inata de Deus e da salvação que só Ele pode satisfazer.  Uma sede de infinito que só pode ser saciada com a água que Jesus oferece, a água viva do Espírito”.  O Salmo 41,2-3 proclama: “Como a corça anseia pelas águas vivas, assim minha alma suspira por vós, ó Meu Deus.  Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo…”

A resposta da Samaritana coloca barreiras entre ela e Jesus, mas Ele não se detém diante disso: ”Sendo tu judeu, como pedes de beber a mim, que sou samaritana!” (v.9) Jesus insiste com a Samaritana e conosco também hoje: “Se conhecesses o dom de Deus, e quem é que te diz: Dá-me de beber, certamente lhe pedirias tu mesma e ele te daria uma água viva”.( v. 10) Jesus é o Messias, o Salvador, portanto o único que tem poder de enviar o Espírito Santo, para sermos batizados.  São João Batista profetiza sobre Jesus: “Depois de mim vem outro mais poderoso do que eu, ante o qual não sou digno de me prostrar para desatar-lhe a correia do calçado. Eu vos batizei com água; ele, porém, vos batizará no Espírito Santo e no fogo”. ( Mc  1, 7-8)

4-Jesus revela à Samaritana que é o Messias – O Papa João Paulo II disse que quando Jesus revela ”à Samaritana a própria messianidade  (v. 26),ela sente-se movida a ir anunciar aos seus conterrâneos a descoberta do Messias” (v. 28-30) E o Papa Bento XVI confirma: “Quando o Senhor conquista o coração da Samaritana, a sua existência transforma-se e ela vai imediatamente sem hesitações comunicar a boa nova ao seu povo” (v. 29). Assim também nós somos chamados como batizados a anunciar o Evangelho a todos quanto pudermos.  As pessoas hoje estão cada vez mais sedentas de Deus, em razão de estarmos vivendo numa época materialista e consumista.  D. Franc Rodé disse assim: “O anúncio de Jesus Cristo, a “Boa Nova” da salvação, do amor, da justiça e da paz, nem sempre é fácil de acolher no mundo atual. Contudo o homem, hoje, tem necessidade como nunca do Evangelho, da fé que salva, da esperança que ilumina, da caridade que se faz doação”.

5-Jesus liberta a Samaritana – O Papa Bento XVI disse: ”A mulher samaritana vivia a insatisfação existencial, de quem ainda não encontrou aquilo que procura: havia tido “cinco maridos” e, naquele momento, convivia com outro homem”. Jesus revela a Samaritana o seu pecado e a faz refletir sobre sua vida. Jesus toca em seu coração: “Ele me disse tudo quanto tenho feito”.  ( v. 39)  A revelação do Senhor é sempre libertadora, pois Jesus veio “para anunciar aos cativos a redenção”.( Lc 4, 10)

6-Os Verdadeiros Adoradores adoram Jesus Eucarístico– Jesus fez a vontade do Pai todo o tempo: “O mundo saberá que amo o Pai e faço como o Pai me ordenou” (Jo 14,31). Jesus disse a seus discípulos quando estes lhe deram a comida: “Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e cumprir a sua obra”.(v.34) ). Graças à obediência do Senhor, a salvação veio até nós. A morte de Jesus na cruz, o seu Corpo transpassado e seu Sangue derramado é motivo de toda nossa adoração e louvor. O Catecismo diz (606): ”É por isso que Jesus se entregou a si mesmo por nossos pecados, segundo a vontade de Deus” (Gl 1,4). “Graças a esta vontade é que somos santificados pela oferenda do corpo de Jesus Cristo” (HB 10,10).

O Papa Bento XVI ensina que: “A Eucaristia é muito mais do que um rito, é expressão do «novo culto», dos que podem, em Cristo, adorar a Deus em espírito e verdade”. (v.23) Com efeito, « na santíssima Eucaristia, está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, a nossa Páscoa e o pão vivo que dá aos homens a vida mediante a sua carne vivificada e vivificadora pelo Espírito Santo ». Os verdadeiros adoradores são os que adoram a Sagrada Eucaristia e fazem a vontade do Senhor no dia-a-dia de suas vidas. É o próprio Jesus Cristo quem diz à Samaritana: ”Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja.  Deus é espírito, e os seus adoradores devem adorá-lo em espírito e verdade”.( v. 23-24)

7-Um é o que semeia outro é o que ceifa – (v.37)- Jesus nos ensina como proclamar a boa nova da salvação. Alguns evangelizadores semeiam a Palavra de Deus e, outros já colhem os frutos dessa semeadura. Disse Jesus a seus discípulos: “-Um é o que semeia outro é o que ceifa – (v.37-38)-  Jesus nos chama a jogar a semente em todos os campos. As redes sociais (site, blog, twitter, facebook…) são lugares propícios para o anunciador da boa nova nos dias de hoje. O Papa Bento XVI é um grande incentivador desse tipo de evangelização: “ Somos chamados a anunciar, neste campo também ( rede social), a nossa fé: que Cristo é Deus, o Salvador do homem e da história, Aquele em quem todas as coisas alcançam a sua perfeição” ( Ef 1, 10). A Samaritana anunciou e testemunhou o encontro que teve com o Senhor e conseguiu reunir muitas pessoas ao redor de Jesus para ouvi-lo: “ Muitos foram os samaritanos daquela cidade que creram nele por causa da palavra da mulher, que lhes declarara: Ele me disse tudo quanto tenho feito”: (v.39) Imagine o que se pode fazer  então com as novas descobertas  tecnológicas onde a mensagem do Evangelho pode ser enviada simultaneamente para o mundo inteiro…

Concluímos essa reflexão recordando as palavras dos samaritanos sobre Jesus: “- Este verdadeiramente é o Salvador do mundo”( v.42)

Testemunho

No dia 02 \ 04 \ 10 iniciamos o Blog “Ide e Anunciai”, impulsionadas pela constante motivação do Papa Bento XVI, que pede à Igreja Católica para aproveitar os espaços disponíveis na Rede Social para levar a Palavra de Deus para o mundo inteiro.  ( Mc 16, 15-18) Temos buscado semear  a  Palavra, dentro de nossas possibilidades e limitações, através desse Blog e, aguardamos humildemente que a Igreja colha num futuro próximo, os frutos desse trabalho de evangelização. Esperamos com fé o cumprimento das palavras de Jesus: “Um é o que semeia outro é o que ceifa”. ( Jo 4, 37)

Oração

Vamos orar com o Papa Bento XVI a Maria Santíssima: “Que também nós abramos o coração à escuta confiante da palavra de Deus para encontrar, como a Samaritana, Jesus que nos revela o seu amor e nos diz: o Messias, o teu salvador “sou Eu, que falo contigo” (v. 26). Que nos traga este dom Maria, primeira e perfeita discípula do Verbo feito carne”.

Senhor Jesus, renove em nós o Espírito Santo para sermos anunciadores da Sua Palavra e verdadeiros adoradores, como deseja o Pai. Amém.

Jane Amábile – Com. Divino Espírito Santo

About these ads

Entry filed under: Reflexão da Palavra. Tags: .

A Samaritana – (São João 4, 5-42) Eis o tempo de conversão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


ADMINISTRADORA DO BLOG:

Jane Amábile

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 87 outros seguidores

Categorias


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 87 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: